Trânsito congestiona nas entradas das pontes com barreiras sanitárias

Agentes de saúde estão parando os veículos que vêm de Timon a Teresina para medir a temperatura dos ocupantes e entender o que os trazem à capital.

07/05/2020 12:10h - Atualizado em 07/05/2020 12:22h

Compartilhar no

Longas filas de engarrafamento e trânsito complicado. É esta a situação de quem precisa passar pelas três pontes que ligam Teresina a Timon, onde estão sendo feitas barreiras sanitárias para identificar possíveis pessoas contaminadas com o novo coronavírus. Na manhã desta quinta-feira (07), quem tentou fazer o trajeto entre as duas cidades acabou enfrentando um longo congestionamento no tráfego.


É que os agentes de saúde pararam todo e qualquer veículo que precisasse cruzar as pontes para fazer algumas perguntas e medir a temperatura corporal de seus ocupantes. Foi o que explicou a enfermeira Linay Landia Cardoso: “Estamos verificando de onde os veículos vêm, para onde estão indo e o motivo de estarem passando por aqui, se é por motivo de saúde ou trabalho. A gente também verifica a temperatura dos passageiros e motoristas e se alguém tiver febre, pegamos o nome e o telefone para contato”.


Isto, segundo a enfermeira, não é para restringir a entrada de pessoas ou impedi-las de ir e vir. Ninguém está sendo barrado nas entradas das pontes de Teresina e Timon. As barreiras sanitárias são mais no sentido de orientar quem precisa cruzar a fronteira e manter uma contabilidade, um controle, para verificar o que tem trazido pessoas de outros estados para o Piauí em um momento no qual o isolamento social é a palavra de ordem.

Importante lembrar que em Timon, as medidas de isolamento social também ainda estão em vigor e que a capital maranhense, São Luís, e sua região metropolitana encontram-se sob um bloqueio total (lockdown).

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla, com informações de Lalesca Setúbal

Deixe seu comentário