Teresina é a segunda capital em redução na arrecadação de tributos

De acordo com o levantamento feito pelo veículo, Teresina está entre as capitais com maior queda na arrecadação de tributos no primeiro semestre de 2020.

30/08/2020 17:23h

Compartilhar no

Segundo dados divulgados pela Folha de São Paulo neste domingo (30), a crise impulsionada pela pandemia do novo coronavírus teve impactos negativos na economia piauiense

De acordo com o levantamento feito pelo veículo, Teresina está entre as capitais com maior queda na arrecadação de tributos no primeiro semestre de 2020.

Foto: Arquivo O Dia

A Capital piauiense ficou atrás apenas da cidade de São Luís, no Maranhão, figurando em segundo lugar na lista das capitais mais atingidas pela crise. 

Como parâmetro, o jornal analisa que Teresina, assim como São Luís e Macapá, esta última ficou em terceiro lugar, decretaram isolamento rígido no primeiro semestre. 

Em Teresina, por exemplo, foi determinado lockdown parcial para conter o avanço do vírus, o que pode ter causado prejuízo aos cofres públicos.

Segundo o levantamento, no primeiro semestre de 2019, Teresina chegou a arrecadar R$ 304 bilhões em tributos. Já no primeiro semestre de 2020, esse valor caiu para R$ 259 bilhões, uma queda de 13,3%.

Além das três capitais citadas, outras 19 prefeituras também apresentaram uma queda no orçamento. Ao todo, foram R$ 640 milhões a menos nos cofres destes municípios.

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral, com informações da Folha de São Paulo.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário