Sesapi retoma mutirões de cirurgias eletivas de catarata

O objetivo é de desafogar a fila de espera por cirurgias eletivas de catarata no estado.

30/07/2021 15:48h - Atualizado em 30/07/2021 15:56h

Compartilhar no

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) retomou a programação dos mutirões de cirurgias, que precisaram ser paralisados devido à pandemia da Covid-19, com o objetivo de desafogar a fila de espera por cirurgias eletivas de catarata. Serão contempladas cidades de Norte a Sul do estado.

Estão previstos para os meses de julho e agosto, na região Norte do Piauí, 1.668 procedimentos. No último fim de semana, 861 consultas de triagem foram realizadas na UPA de Piripiri e, desse total, 690 foram encaminhados para a cirurgia de catarata, que estão sendo realizadas no Hospital Regional Chagas Rodrigues, de 29 de julho a 1º de agosto, contemplando toda a região dos Cocais, que engloba 23 municípios piauienses.

“Entendemos que precisávamos ampliar essa oferta e que havia uma demanda reprimida muito grande por causa da pandemia. Com essa retomada, vamos dar passos grandes para um atendimento muito melhor e mais rápido e mais próximo da população, uma vez que levamos as cirurgias para os territórios, o que facilita para o deslocamento da nossa gente”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Dos dias 29 de julho a 1º de agosto, 694 pacientes passarão por consulta de triagem no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), em Parnaíba, para cirurgias que serão realizadas dos dias 5 a 8 de agosto, contemplando os demais municípios da Região de Saúde Planície Litorânea.

Serão operadas ainda 284 pessoas no dia 3 de agosto no Hospital Joaquim Vieira de Brito, no município de Cocal, que vai atender moradores da cidade e região vizinha. “A Sesapi, por meio de uma determinação do governador Wellington Dias, vem priorizando os atendimentos em regime de mutirões, diminuindo as filas de espera e melhorando a qualidade de vida dos piauienses”, declara Florentino Neto.

Estão programadas ainda 805 cirurgias de catarata para a Região da Chapada das Mangabeiras, que serão realizadas nos hospitais das cidades de Corrente e Bom Jesus e 694 procedimentos para o Território da Serra da Capivara, onde serão operados no município de São Raimundo Nonato.

“No ano de 2019, a Secretaria de Estado da Saúde bateu o recorde de procedimentos de catarata. Foram realizadas 2.413 cirurgias durante os mutirões. Infelizmente, no ano passado não pudemos realizar estes procedimentos devido à pandemia, mas com o avanço da vacinação vamos conseguir fazer esse retorno de forma segura”, lembra o secretário de Estado da Saúde.

Para ter acesso aos procedimentos cirúrgicos, dos mutirões de cirurgias da Sesapi, os pacientes precisam procurar a Secretaria Municipal da Saúde de sua cidade, por onde são avaliados e encaminhados, se necessário, para a etapa de triagem onde são examinados para saber as necessidade ou não de cirurgia.

“Neste primeiro momento, as vagas são para as pessoas de 60 anos ou mais, que estão inseridas na regulação. Porém, àqueles que encontram-se com algum problema de saúde na visão é importante irem à secretaria de seu município e informarem-se  sobre a triagem, já que as vagas foram pactuadas por regiões de saúde”, explica a diretora de Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar da Sesapi, Joselma Oliveira.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário