• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Parlamentares do PI acompanham canonização de Irmã Dulce

Os senadores Ciro Nogueira e Elmano Férrer compartilharam foto na praça da Basílica de São Pedro e o deputado Flávio Nogueira compartilhou um vídeo nas redes sociais.

13/10/2019 09:31h - Atualizado em 14/10/2019 10:58h

Atualizada às 13h52min

Além dos senadores Ciro Nogueira e Elmano Ferrer, o deputado federal piauiense Flávio Nogueira (PDT) também participou da canonização de Irmã Dulce, no Vaticano. Por meio de um vídeo nas redes sociais, o parlamentar compartilhou um momento na praça da Basílica de São Pedro e se referiu a Irmã Dulce como "a santa de todos nós brasileiros". "Lembramos que todos os piauienses também abraçamos e reverenciamos a nossa Santa Dulce", disse Nogueira.


Flávio Nogueira também compareceu à cerimônia de canonização de Irmã Dulce no Vaticano - Foto: Reprodução

Também integraram a comitiva brasileira que acompanhou a canonização de Irmã Dulce pelo Papa Francisco, José Sarney e o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão.

Iniciada às 09h31min

Os senadores Ciro Nogueira e Elmano Férrer participaram, na manhã deste domingo (14), da cerimônia de canonização de Irmã Dulce pelo Papa Francisco, líder da Igreja Católica, no Vaticano.


Leia também:

Canonizada neste domingo, Irmã Dulce gostava futebol e piada 


Em foto compartilhada nas redes sociais, os dois senadores aparecem abraçados na Praça de São Pedro, local onde ocorreu a canonização. Ao fundo, na foto, é possível perceber a estrutura montada para a cerimônia, incluindo o trono papal.

Senadores Elmano Férrer e Ciro Nogueira, no Vaticano. (Foto: Reprodução)

Nas suas redes sociais, o senador Ciro Nogueira compartilhou um vídeo relatando a experiência de acompanhar a canonização da primeira santa brasileira.

“É uma honra poder estar aqui representando o Piauí em um momento tão abençoado, celebrado pelo Papa Francisco. Que essas bênçãos nos acompanhem de volta e alcancem a todos os piauienses!”, afirmou o senador.

A canonização de Irmã Dulce pelo Papa Francisco aconteceu às 5h33 (horário de Brasília) neste domingo, no Vaticano, Itália. A baiana, que faleceu em 1992, aos 78 anos, passa agora a ser chamada de Santa Dulce dos Pobres.

O processo de santificação da freira brasileira foi concluído em 27 anos, sendo o terceiro mais rápido da história da Igreja Católica.

Por: Nathalia Amaral e Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário