Rio Parnaíba passa de 6 m em Luzilândia e 138 famílias são afetadas

Na manhã desta terça-feira, o nível das águas do Velho Monge na cidade já atingiram 6,18 metros, 48 centímetros acima da cota de inundação. Prefeitura monta força-tarefa.

09/04/2019 07:41h - Atualizado em 09/04/2019 08:58h

Compartilhar no

Se aqui na Capital os rios Parnaíba e Poti já diminuíram o suficiente para não representarem mais riscos para a população, em Luzilândia o cenário é o oposto. A cheia do Velho Monge naquela cidade já atingiu 138 famílias e pelo menos 27 já foram encaminhadas para a casa de parentes e abrigos públicos. É o que aponta o último boletim lançado pela Prefeitura do Município.

E a previsão para o restante desta terça não é nada animadora para os moradores de Luazilândia. Isto porque, segundo o monitoramento do Serviço Geológico Nacional (CPRM) aponta que o nível das águas do Rio Parnaíba já atingiram 6,18 metros por volta das seis horas da manhã de hoje, ou seja, 48 centímetros acima da cota de inundação. E até as 19 horas a previsão é que ele chegue a 6,25 metros caso se mantenham as condições de tempo observadas. Somente de ontem para hoje, o rio Parnaíba em Luzilândia já subiu 15 centímetros.

Foto: Prefeitura de Luzilândia


Com a cheia do Velho Monge, povoados inteiros estão ilhados e devido ao grande número de famílias atingidas, o prefeito Ronaldo Gomes decretou estado de emergência em Luzilândia nesta segunda-feira. A cidade se junta às oito do Piauí que já estavam em situação de emergência e pelo menos mais sete municípios devem entrar para a lista.

“Já são 138 famílias afetadas pelo crescente volume de chuva. Destas, 19 foram desalojadas e encaminhadas para casas de parentes e oito famílias foram levadas para abrigos da Prefeitura. Nossas equipes estão monitorando os bairros e a zona rural, com plantão no prédio da Guarda Municipal funcionando 24 horas. Temos também caminhões, caminhonete, caçambas e ambulâncias operando nas ações”, explicou o prefeito Ronaldo Mota.

A força tarefa montada pela Prefeitura de Luzilândia conta com homens da Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Municipal, Polícia Militar, assistentes sociais e voluntários. Já foram retiradas famílias dos bairros Itararé I e II, Cajueirão, Igarapé e Coroa. Na zona rural, foram solicitadas equipes na região do povoado Timóteo e na localidade maranhense de Porto Formoso, que faz fronteira com a cidade.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário