Regina Sousa quer implantar projeto para reflorestar áreas nativas no Piauí

Vice-governadora comentou sobre a iniciativa ao participar de um evento virtual sobre Meio Ambiente promovido pela Fetag

04/06/2021 13:51h - Atualizado em 04/06/2021 13:56h

Compartilhar no

Ao participar de um evento virtual em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente nesta sexta-feira (4), a vice-governadora Regina Sousa (PT) destacou sua preocupação com o desmatamento e anunciou que pretende implantar um projeto para promover o reflorestamento em todos os biomas do estado.  “Não basta reflorestar, é preciso garantir o que é nativo da terra”, pontuou

Regina Sousa (Foto: Divulgação/CCom)

Segundo a petista, a iniciativa está sendo elaborada em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) e prevê, dentre outras coisas, a criação de um banco de sementes de plantas nativas, o reflorestamento de áreas degradadas e o trabalho em parceria com os produtores rurais dos municípios piauienses.

Na ocasião, Regina Sousa sugeriu que a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Piauí (Fetag), responsável pela organização do evento virtual, colaborasse com o projeto com ideias que possam melhorar o meio ambiente e a vida da população, proposta acatada pela entidade, que se comprometeu com a causa.

Lixo pandêmico

Durante o encontro a vice-governadora ainda apresentou questionamentos acerca de outros assuntos relacionados ao impacto humano no meio ambiente, como o descarte do lixo doméstico e seu reaproveitamento. “Há a lei da logística reversa, que determina que o lixo sólido deve voltar para as fábricas, mas poucos fazem isso”, lembrou.

Por fim, Regina Sousa também demonstrou preocupação com o lixo hospitalar, mais especificamente de materiais descartáveis usados para o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). “Os milhões de máscaras, seringas, aventais, luvas? Não é claro para onde vai esse lixo contaminado”, finalizou.

Compartilhar no
Fonte: Com informações da CCom

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário