Qualidade da água de Teresina vira piada na internet

Em página de humor, produto foi comparado à água sanitária

27/06/2013 01:42h

Compartilhar no

Uma alteração na dosagem de cloro deixou a água distribuída pela Agespisa em Teresina com cheiro e sabor forte. Muitos comparam o líquido que sai nas torneiras de suas casas a água sanitária, produto químico utilizado para limpar ambientes e lavar determinadas peças de roupas.

A comparação não é absurda. Tanto que um grupo de jovens transformou o incomodo em piada. A “Teresina Comedian News”, página de humor no Facebook, publicou fotos de pessoas fingindo tomar água sanitária. Sátira certeira.

Em uma das imagens, um jovem aparece bebendo no gargalo de uma garrafa do produto. Outros três seguram recipientes de água sanitária enquanto bebem em um copo. Para fechar, um balde é cheio com o conteúdo liberado por um “filtro de água sanitária”. Na legenda, a ironia: “Aproveitando para economizar futuramente.”


Sátira: Jovens fingem ingerir produto de limpeza para criticar qualidade da água. Fotos: Teresina Comedian News/Reprodução

Apesar da brincadeira, a alteração na composição da água causou estranhamento em muita gente. Usuários de diferentes regiões da cidade relataram ter notado a mudança na qualidade do produto.

Em nota, a Agespisa explicou a origem do problema. Tudo não passa, segundo a empresa pública gestora do abastecimento de água, de uma medida adotada para manter o líquido próprio para o consumo humano.

O esclarecimento chegou ao portalODIA.com por meio de uma nota enviada pela assessoria de comunicação da empresa. Leia a íntegra:

A Agespisa informa que, desde a manhã de ontem (25) houve uma alteração na qualidade da água bruta captada no Rio Parnaíba. O rio está com nível baixo, o que reduz seu poder de diluição e de autodepuração. Para manter a qualidade da água produzida foi necessária uma dosagem maior de cloro, porém obedecendo os padrões da portaria do Ministério da Saúde.

Veja mais fotos publicadas no Facebook

Compartilhar no
Por: Rômulo Maia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário