Prova do concurso da PM será elaborada pela Federal de Pernambuco

A prova objetiva aplicada no dia 21/05 foi cancelada após o vazamento de questões. Nove candidatos foram conduzidos para a delegacia no dia da prova.

06/06/2017 16:03h - Atualizado em 06/06/2017 16:23h

Compartilhar no

O Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos da Uespi (Nucepe) não será mais o responsável pela elaboração da prova objetiva do concurso da Polícia Militar do Piauí. Em seu lugar, quem vai elaborar as questões do exame é a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). A informação foi confirmada pelo reitor da Uespi, professor Nouga Cardoso.

De acordo com ele, a parceria foi fechada para que as provas sejam elaboradas nos mesmos moldes da que foi aplicada no último dia 21.  O reitor esclarece que não haverá mudança com relação aos assuntos cobrados no edital e que a quantidade de questões deverá ser as mesmas, em conformidade com o que já havia sido divulgado pelo Nucepe.

“Nós estamos trabalhando para que os candidatos não tenham nenhuma surpresa com relação ao que cairá na prova. Não vai ser cobrado nada que não conste no edital, a estrutura do exame permanece a mesma, objetiva, de múltiplas escolhas, apenas a instituição elaboradora que agora passa a ser outra”, explica o professor.


Professor Nouga Cardoso, reitor da Uespi, a qual o Nucepe é vinculado (Foto: Arquivo O Dia)

O reitor da Uespi comentou ainda a decisão da Polícia Militar de mudar a instituição elaboradora da prova de se concurso. Segundo Nouga, como já houve um atraso no cronograma de execução do certame e a Corporação tem pressa em nomear pessoal, o Nucepe não se viu em condições de atender à demanda dentro do prazo estipulado. Por isso a escolha da Federal de Pernambuco para elaborar a prova.

“Por conta dessa questão do tempo é que nós tivemos que acionar uma instituição de foram do Estado. E a Federal Rural de Pernambuco tem um bom histórico nesse sentido e tem plena capacidade de elaborar uma prova à altura de selecionar os melhores candidatos para a nossa polícia”, finaliza o reitor da Uespi.

Cronograma

A nova prova objetiva do concurso da PM será aplicada no dia 09 de julho e o gabarito sairá no dia seguinte (10/07). Já o resultado oficial do exame só será divulgado no dia 27/07. Entre os dias 14 e 17 de agosto acontece a segunda etapa do concurso: a realização dos exames médico e odontológicos dos aprovados na primeira etapa.

A terceira etapa, o teste de aptidão física terá lugar do dia 28/08 ao dia 01/09. No dia 23 de setembro, os aprovados no teste físico farão o exame psicológico, que consiste na quarta etapa do concurso. A quinta etapa, a investigação social dos candidatos, acontece entre os dias 06 e 08 de novembro e o resultado final do concurso da PM-PI será divulgado até o dia 22 de dezembro.

O concurso

O concurso da Polícia Militar do Piauí foi aberto para preenchimento de 480 vagas no interior do Estado. O cronograma de realização do certame já foi alterado por pelo menos três vezes: a primeira, por conta das inscrições do concurso do IBGE, cujas datas batiam com as de inscrição do da PM, a segunda por conta do cancelamento da primeira etapa, após o vazamento de questões da prova objetiva, e a última na data de reaplicação da prova: ela seria realizada novamente no dia 02 de julho, mas de novo a data bateria com o dia de aplicação da prova do concurso do IBGE no Piauí. A prova objetiva do certame da PM acontece no dia 09 de julho.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário