• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Projeto de Teresina concorre a prêmio de R$ 100 mil. Vote aqui!

Concurso, que seleciona projetos sociais de todo o país, é organizado pelo Movimento Bem Maior, criado pelo apresentador Luciano Huck e pelos empresários Elie Horn e Rubens Menin.

12/07/2019 15:36h - Atualizado em 12/07/2019 18:21h

A Associação Beneficente São Paulo Apóstolo (Pastoral do Povo da Rua), que atende pessoas em situação de vulnerabilidade em Teresina, está concorrendo a uma premiação de R$ 100 mil num concurso promovido pelo Movimento Bem Maior, plataforma organizada por um grupo de empresários com o objetivo de identificar, apoiar e dar visibilidade a instituições comprometidas com causas sociais de várias frentes de atuação, como combate à pobreza, inclusão de pessoas com deficiência, ética na política, meio ambiente, combate à violência sexual contra crianças e adolescentes, dentre outras.

Mais de 2 mil projetos sociais foram inscritos no concurso que está sendo promovido pelo Movimento Bem Maior. Após duas seleções, restaram cem projetos, que estão concorrendo a 50 prêmios de R$ 100 mil cada.

Para votar no projeto "Saúde e Vida", da Associação Beneficente São Paulo Apóstolo clique aqui, aplique o filtro por estado, selecionando o Piauí, e vote. 

 

Outros quatro projetos desenvolvidos no estado também concorrem a uma das 50 premiações de R$ 100 mil. Cada pessoa pode votar apenas uma vez, sendo preciso realizar um cadastro no site do Movimento Bem Maior.

O movimento é uma iniciativa de Elie Horn, empresário e filantropo sírio radicado no Brasil; de Luciano Huck, empresário e apresentador de TV; e de Rubens Menin Teixeira de Souza, empresário co-fundador e CEO da MRV Engenharia. 

De acordo com o padre João Paulo, o projeto da Associação Beneficente São Paulo Apóstolo pretende oferecer profissionais da área médica e assistencial em saúde para os moradores de rua, que muitas vezes não são atendidos adequadamente nas unidades de saúde. "Trabalhamos na redução de danos, trabalhamos com terapias integrativas comunitárias e buscamos que eles saiam das ruas e se internem nas casas de recuperação, aqueles que quiserem. Agora, queremos desenvolver o projeto 'Saúde e Vida'. Pelo fato de estarem sujos e com as roupas sujas, por não estarem tomando banho com frequência, eles não são bem acolhidos nos hospitais e postos de saúde. E esse projeto vai oferecer médicos, enfermeiros e dentistas para essa população", detalha o padre João Paulo.

O assistente social Renato Damásio, colaborador da Pastoral do Povo da Rua, explica um pouco do trabalho realizado pela entidade. "Nosso projeto é voltado para os moradores de rua. Nós recebemos, acolhemos os moradores de rua, damos os primeiros cuidados e fazemos os encaminhamentos que este ou aquele morador precisa. Há, por exemplo, moradores que têm problemas com drogas. Nós temos convênios por meio dos quais nós conseguimos fazer o encaminhamento formal, para que eles tenham o devido tratamento. E por aí vai. Muitos deles precisam de assistência na área da saúde, precisam de alimentação, vestuário, etc", afirma.

O assistente social Renato Damásio, colaborador voluntário da Pastoral do Povo da Rua (Foto: Jailson Soares / O DIA)

Ainda de acordo com Renato, a associação planeja construir um albergue nos próximos dois anos.

Festejo de Santo Aleixo

A Casa da Pastoral do Povo da Rua realiza, entre os dias 14 e 17 de julho, o Tríduo de Santo Aleixo, que também viveu como mendigo em situação de rua. 

O evento terá uma vasta programação, que inclui a celebração da Santa Missa, apresentação da história de vida do santo, um bingo de um quadro, dentre outras atividades de entretenimento.

O evento é voltado para os moradores de rua, e a sociedade em geral pode contribuir com a pastoral por meio da doação de roupas, alimentos não perecíveis e dinheiro.

O festejo para os moradores de rua acontecerá na sede da Pastoral do Povo da Rua, situada na Rua Anísio de Abreu, 702, Centro-Sul, Teresina.

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário