Produção industrial do Piauí apresenta estabilidade, indica pesquisa

O levantamento mostra que mesmo com as medidas restritivas contra a Covid-19 volume de produção das indústrias alcançou 51%

06/05/2021 16:34h

Compartilhar no

A produção da indústria extrativista e de transformação no Piauí apresentou estabilidade, segundo os números da Sondagem Industrial do mês de abril realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI). A pesquisa tem como referências os dados do mês de março. 

O levantamento mostra que mesmo com as medidas restritivas contra a Covid-19 volume de produção das indústrias alcançou 51%, percentual superior ao do mês de fevereiro, que foi de 41,8%, e superior também ao do Nordeste, com 43,8%.


Leia tambémAntecipação do 13° salário injeta R$ 1,14 bilhão na economia do Piauí 


Os dados são positivos ainda quando analisada a utilização da capacidade instalada em relação ao usual (UCI) que foi 51% igual ao usual, mantendo-se novamente superior ao do Nordeste, medido em 46,8%.

Por outro lado, a evolução do número de empregados apresentou estabilidade de 61,2%, índice inferior a fevereiro que teve estabilidade de 72,7% no número de empregados. Em março, o mesmo índice ficou em 69,2% Nordeste.

Foto: Arquivo / O Dia

O presidente do Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI), Andrade Júnior, comemorou os resultados ao reforçar a importância da indústria para a economia do Piauí.  “Vivenciamos em 2020, um ano de grandes desafios para o Brasil, para o Piauí. Para o setor da indústria, não foi diferente. Muitas indústrias encerraram suas atividades, todavia foi um momento de analisarmos nossos negócios e planejarmos estratégias”, disse. 

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que o setor que mais contratou em março no Piauí foi a indústria (502 vagas), seguida do comércio (399) e agropecuária (213). Andrade Júnior incentivou o setor a manter as atividades otimistas para o estado. 

“Quero dizer ao industrial piauiense e aos empresários que arregacemos as mangas, nós sabemos de muitos planos de expansão da indústria, nas empresas. É hora de continuarmos a colocar esses planos em ação. O otimismo gera esse círculo virtuoso, interessante na economia e creio que mais conquistas virão durante o ano de 2021”, conclui. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário