Prefeitura inicia seleção para Minha Casa, Minha Vida

A coordenadora de Habitação da Prefeitura de Teresina, Rogéria Sousa, garante que os nomes serão amplamente divulgados no tempo certo

10/08/2013 08:56h - Atualizado em 10/08/2013 09:02h

Compartilhar no

De acordo com a coordenadora de Habitação e Regularização Fundiária, da Prefeitura de Teresina, Rogéria Sousa, a expectativa é que ainda neste mês de agosto seja iniciado o processo de seleção das pessoas que fizeram suas inscrições no Programa Minha Casa, Minha Vida e que agora esperam ser contemplados com uma unidade habitacional. As inscrições aconteceram em janeiro e fevereiro do ano passado.

Segundo lembra a coordenadora, o Minha Casa, Minha Vida é um programa do Governo Federal e, portanto, os critérios adotados no processo de seleção são determinados pelo Ministério das Cidades. Condições como, por exemplo, possuir pessoa com deficiência nafamília, morar em área de risco e ter a mulher como a chefe da família são condições que contam positivamente no momento da seleção.

“Sabemos que existe a ansiedade, mas ninguém precisa iniciar uma correria agora atrás de informações nas SDUs e na Prefeitura. No momento certo, tudo será muito bem divulgado”, ressaltou.

Sobre a quantidade de unidades habitacionais e os locais onde as mesmas estão instaladas em Teresina, a coordenadora não soube dar mais detalhes, já que a construção destas casas é de responsabilidade de Caixa Econômica. Coube a Prefeitura fazer o cadastrado destas famílias e agora contribuir com o processo de seleção. 

O Programa

O Minha Casa Minha Vida é um programa do Governo Federal que, em geral, acontece em parceria com estados, municípios, empresas e entidades sem fins lucrativos. O alvo, na verdade, são famílias com os mais diversos tipos de renda.

Para quem tem renda bruta de até R$ 5.000,00, o Programa oferece algumas facilidades, como, por exemplo, descontos, subsídios e redução do valor de seguros habitacionais.

Na primeira fase foram contratadas mais de 1 milhão de moradias. Agora o Programa pretende construir na segunda fase, 2milhões de casas e apartamentos até 2014.

É preciso ficar atento as datas de realização dos cadastros para fazer a inscrição. Para poder participar é necessário seguir algumas condições, como: não possuir financiamento e imóveis no nome da pessoa que pretende se inscrever, não ter utilizado o FGTS para financiamento de imóveis nos últimos 5 anos, e não pode possuir restrições de crédito.

Compartilhar no
Por: Marcelo Costa - Jornal ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário