Povoado de Teresina está alagado desde a madrugada

Mesmo após acabar a chuva, a água entrou nas casas e a aulas foram suspensas.

12/05/2014 11:18h - Atualizado em 12/05/2014 12:07h

Compartilhar no

O povoado São Vicente, localizado na zona rural Norte de Teresina, na PI 112, está alagado. Moradores dizem que o alagamento começou por volta das 3h da madrugada de hoje, devido a uma forte chuva que durou quase 2 horas. Por volta das 10h, a correnteza da água continua muito forte e acredita-se que a causa não seja apenas a chuva. 

Fotos: Marcela Pachêco

Na Escola Municipal Antônio Terto, as aulas foram suspensas durante o turno da manhã, pois as salas e o pátio principal estavam tomados pela água. A diretora do colégio, Maria do Carmo, disse que não tinham condições dos alunos assistirem aula. “As salas estavam com quase 30 cm de água e as crianças tomavam banho na lagoa que se formou no pátio. Até peixe estavam pegando”, contou a diretora.

Ninguém na comunidade imagina de onde possa vir essa quantidade de água, já que parou de chover. A presença de peixes levantou a suspeita de que alguma barragem ou açudes de grandes fazendas da região possam ter se rompido. 

Os moradores também cogitam que a água venha de uma usina, responsável por uma extensa área de plantação de cana-de-açúcar, localizada na PI que liga a cidade de União à capital Teresina. 

Um morador, que não quis se identificar, afirmou que todos os anos acontece a mesma coisa e ninguém se responsabiliza. Ele diz que a água vem de um canal da usina, onde há muitas lagoas. "Para que eles possam utilizar todo o espaço na plantação de cana, eles abriram um único canal que despeja toda a água numa vala aqui perto. Quando chove, a vala enche muito e não suporta. Então fica tudo alagado”, disse o homem.

Senhor Adão, morador de uma das casas atingidas, afirma que a chuva foi intensa, mas se admira com a quantidade e água. “Sempre chove, mas nunca tive minha casa alagada assim”, afirmou.

Os alagamentos estão concentrados em alguns pontos da região e tem lugar que a água surge de bueiros, com força extrema. Um trecho da PI está alagado e um carro acabou derrapando e batendo em um poste, que chegou a entortar e causar falta de energia no local.


Muitas casas encontram-se, até agora, inacessíveis. Algumas chegaram a ser invadidas pela água, mas depois que a chuva passou, o volume diminuiu. Se a correnteza permanecer, a tendência é que as casas sejam totalmente tomadas.



Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário