PM garante que aprovados com pendências na Justiça não serão chamados

Denúncia feita por aprovados na primeira etapa do certame dá de conta de que a lista divulgada ontem (25) continha nomes de investigados por fraude no concurso dos Bombeiros.

26/07/2017 13:39h

Compartilhar no

A Polícia Militar posicionou-se nesta quarta-feira (26) a respeito das denúncias feitas por aprovados no concurso da Corporação, dando conta de que na lista de divulgada ontem (25)  havia nomes de candidatos excluídos do Concurso do Corpo de Bombeiros por suspeitas de fraudes. Por meio de nota a PM-PI garantiu que o candidato que tiver qualquer pendência com a Justiça, não será chamado para assumir uma vaga nos quadros da Corporação e que a aprovação na prova escrita objetiva não o classifica automaticamente no concurso.

A Diretoria de Comunicação da Polícia Militar esclareceu que ontem foi publicado somente o resultado da primeira etapa do concurso público pata soldado e que os 480 classificados ainda serão submetidos às demais fases do certame, que incluem o exame de saúde, teste de aptidão física, exame psicológico e investigação social. Esta última, correspondente à quinta etapa, será de total responsabilidade da Polícia Militar.


Foto: Arquivo O Dia

A PM informou que a investigação social do candidato tem caráter eliminatório e será realizada por meio de uma pesquisa a ser realizada no bairro onde reside ou residiu o candidato, nos colégios onde estudou, nos locais onde trabalhou e junto aos órgãos públicos de modo que, ao final, possa ser feita uma avaliação de sua conduta social.

A investigação social consistirá ainda na apuração e na comprovação da ausência de antecedentes criminais relativos a crimes cuja punibilidade não esteja extinta e não tenha ocorrido a reabilitação. O julgamento desta etapa ficará a cargo da PM e terá por finalidade averiguar atos da vida pregressa e da vida atual do candidato, quer seja social, moral, profissional, impedindo que pessoas com perfil incompatível exerçam a função militar.

Por fim, a Polícia Militar esclareceu que será eliminado do concurso o candidato que, mesmo aprovado na prova escrita objetiva e considerado apto nos exames de saúde, aptidão física e no exame psicológico, seja considerado inapto na investigação social. A Corporação acrescentou ainda que só serão convocados para a matrícula no curso de formação os candidatos considerados classificados e aptos em todas as etapas deste do certame que estiverem dentro do limite de vagas estabelecidas pelo edital.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário