• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Piauienses buscam baixas temperaturas nas férias

No Sul do Estado, a Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato, chama atenção pelo Museu da Natureza.

05/06/2019 10:21h - Atualizado em 05/06/2019 10:25h

Quem vai viajar nas férias de julho já deve começar a se planejar e a pensar no roteiro que deseja visitar. As agências de viagem estão de organizando para atender os turistas, oferecendo diversos pacotes e opções de lazer. No Piauí, o litoral ainda é um dos destinos mais procurados, principalmente pelas belezas das praias. Já no Sul do Estado, a Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato, chama atenção pelo Museu da Natureza, que foi inaugurado recentemente. 

Mas, segundo Rosana Barros, gerente de uma agência de viagens, os destinos mais procurados pelos piauienses ainda são regiões mais frias. “80% dos turistas do Piauí procuram férias para julho em locais com baixa temperatura, como São Paulo, Buenos Aires, Santiago, Bariloche e outros lugares que tenham estação de neve. São locais que os preços já são caros, mesmo lançados para julho, então tem um acréscimo no preço. Os resorts também são bastante procurados, especialmente se tiver atrações para crianças, mas os locais com estações de esqui também estão entre os destinos favoritos dos piauienses”, fala. 

Rosana Barros comenta que a procura por pacotes já começou, mesmo faltando um mês para as férias. Ela explica que as pessoas deixam para organizar suas viagens a partir de abril e maio, sendo os maiores picos de venda para quem quer viajar no período de julho. 


Foto: Jailson Soares/O Dia

“Sempre tem os atrasados, ou seja, aquelas pessoas que deixam para a última hora e, com certeza, elas vão pagar mais caro. No período de alta temporada, tanto a parte aérea como o hotel, os valores sempre tem um acréscimo”, fala. 

A gerente comenta que, em média, chega-se a destinar até R$ 2 mil por pessoa, para uma viagem de cinco dias a sete dias. Nesta época do ano, as viagens também costumam ser mistas, ou seja, o público é bastante variado. 

“Nesse período do ano todos querem viajar, desde amigos, casais e famílias. Os pais se programam com as férias das crianças, já é quase sagrado as famílias viajarem nesse período. Preferem sair com tudo de terminado e não correr muita aventura, já que estão com as crianças”, pontua a gerente de viagens. 

Já os estudantes e jovens universitários, por serem mais independentes, optam por comprar somente as passagens aéreas e programar outros destinos, como acampar. Alguns preferem ir de ônibus e ficarem hospedados em hotéis, pousadas ou alugar apartamentos. “Os jovens preferem estar juntos com a turma e não têm muitas exigências, diferente das famílias com crianças”, acrescenta. 

Para quem deseja passar férias no litoral, a opção é buscar agências na própria cidade. Rosana Barros explica que, quem costuma ir para o litoral piauiense não busca agências de viagem. “Quem vai para Luis Correia ou Barra Grande, por exemplo, já vão atrás das pousadas de lá e usam seus próprios transportes”, finaliza a gerente de uma empresa que trabalha com viagens.

Por: Isabela Lopes - Jornal O Dia

Deixe seu comentário