Piauí registrou 88 mortes crianças e adolescentes de forma violenta em 2020

A violência acontece de forma diferente de acordo com a idade da vítima, concluiu o levantamento

22/10/2021 16:27h - Atualizado em 22/10/2021 16:47h

Compartilhar no

O estado do Piauí registrou um total de 88 mortes de crianças e adolescentes de 0 a 19 anos de forma violenta no ano de 2020. Os dados são do Panorama da Violência Letal e Sexual contra Crianças e Adolescentes no Brasil lançado nesta sexta-feira (22) pelo UNICEF e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).


Leia tambémPiauí registrou 47 acidentes graves com jovens vítimas de trabalho infantil em cinco anos 


O levantamento aponta que quatro crianças com idade de até 9 anos foram mortas dentro de casa no ano passado do Piauí. No mesmo período, o estado registrou 78 mortes de adolescentes de 15 a 19 anos. No primeiro ano da pandemia, o estado notificou 625 casos de violências sexuais praticados por autor conhecido contra adolescentes de até 17 anos. 

Foto: Jailson Soares / O Dia 

Os números foram obtidos após análises de boletins de ocorrências de homicídio doloso; feminicídio; latrocínio; lesão corporal seguida de morte, mortes decorrentes de intervenção policial, estupros e estupros de vulneráveis. Os dados foram obtidos através da Lei de Acesso à Informação. 

De acordo com Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil, a violência acontece de forma diferente de acordo com a idade da vítima. Crianças em sua grande maioria são mortas em casa em decorrência da violência doméstica ou sexual e com autoria conhecida, enquanto os adolescentes morrem fora de casa vítimas da violência urbana ou racismo. 

"A violência contra a criança acontece, principalmente, em casa. A violência contra adolescentes acontece na rua, com foco em meninos negros. Embora sejam fenômenos complementares e simultâneos, é crucial entendê-los também em suas diferenças, para desenhar políticas públicas efetivas de prevenção e resposta às violências", afirma Bauer.

Em todo o Brasil, 35 mil mortes violentas de pessoas até 19 anos foram identificadas entre 2016 e 2020, mais de 31 mil tinham entre 15 e 19 anos. A violência letal, nos estados com dados disponíveis para a série histórica, teve um pico entre 2016 e 2017, e vem caindo, voltando aos patamares dos anos anteriores. Ao mesmo tempo, o número de crianças de até 4 anos vítimas de violência letal aumenta.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário