Piauí receberá R$4,5 milhões para levar água potável a 50 cidades atingidas pela seca

O fornecimento será feito por meio de carros-pipa nas áreas urbanas das cidades

24/08/2021 12:18h

Compartilhar no

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), liberou mais de R$4,5 milhões para levar água potável a 50 municípios impactados pelo período de seca no estado do Piauí. O fornecimento será feito por meio de carros-pipa nas áreas urbanas das cidades.

Na semana passada, uma equipe da Defesa Civil Nacional retornou de uma missão que percorreu 19 municípios piauienses, a fim de entender a situação local e avaliar a situação e definir a liberação de recursos para a região.

(Foto: Assis Fernandes/ODIA)

Após a visita, a equipe apresentou um relatório que aponta problemas no fornecimento de água nas localidades visitadas, agravado pela temporada de seca e pelas chuvas insuficientes do ano passado, que não preencheram os reservatórios. De acordo com a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), os reservatórios de água locais encontram-se com menos de 20% de capacidade.

Vistoria no Piauí

Para atender a demanda regional, a equipe da Defesa Civil Nacional se dividiu em três. A primeira percorreu os municípios de Alagoinha do Piauí, Alegrete do Piauí, Belém do Piauí, Caldeirão Grande do Piauí, Francisco Macedo, Francisco Santos, Marcolândia, Monsenhor Hipólito, Padre Marcos, Pio IX, São Julião, Simões e Vila Nova do Piauí.

A segunda equipe visitou as cidades de Bonfim do Piauí, Caracol, Coronel José Dias, Dirceu Arcoverde, Fartura do Piauí, Jurema, São Braz do Piauí, São Lourenço do Piauí, Várzea Branca e São Raimundo Nonato.

Já o terceiro time passou por Acauã, Campo Alegre do Fidalgo, Caridade do Piauí, Jacobina do Piauí, Jaicós, Massapê do Piauí, Patos do Piauí e Paulistana.

Outros repasses e iniciativas

Em 18 de agosto, o MDR repassou R$7,99 milhões para atender municípios afetados pela seca no estado da Paraíba. Em maio, o Governo Federal liberou recursos para a instalação de cisternas no Piauí. 

O estado também está na lista dos contemplados pelo Programa Água Doce, política permanente do Governo Federal de acesso ao abastecimento de água para consumo humano por meio do aproveitamento sustentável das águas subterrâneas no Semiárido. 

Para isso, são implantados sistemas de dessalinização, pois 70% dos poços da região têm altos índices de salinidade.

Compartilhar no
Fonte: Com informações do MDR

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário