Piauí perde um grande produtor cultural; Confira a trajetória de Marcus Peixoto

Marcus Peixoto faleceu aos 59 anos em um acidente automobilístico na BR 343

09/04/2012 07:55h

Compartilhar no

Sábado, dia 7 de abril de 2012. O Piauí perde um dos seus maiores produtores culturais. Morre o empresário e publicitário Marcus Vinicius Rodrigues Peixoto. Nascido em 1952, natural de Fortaleza, no Ceará, Marcus Peixoto faleceu aos 59 anos em um acidente automobilístico na BR-343, quando se dirigia a um sítio na saída de Teresina. Por isso, o domingo de Páscoa, para muitos piauienses, foi marcado pelo luto. Marcus Peixoto foi o idealizador de grandes eventos que marcaram a história do Estado, como a festa de carnaval fora de época, Micarina, e o maior festival música do Estado, Piauí Pop.

Marcus Peixoto começou a trabalhar como publicitário assessorando o empresário Cláudio Barroso em Fortaleza. Também foi na capital cearense que ele iniciou na produção cultural com a realização de shows. Em 1977, o publicitário mudou-se para o Piauí, realizando trabalhos marcantes como o primeiro catálogo de vendas porta a porta do Armazém Paraíba, campanhas políticas como as das eleições de 1986 - quando Alberto Silva disputou o governo do Estado, assim como as campanhas de Wall Ferraz em 1990 e 1992. Também na década de 90, trabalhou no Jornal da Manhã e no Diário do Povo.

O empresário chegou a receber o título de cidadão piauiense. Em 1993, ele esteve a frente da Micarina, um carnaval fora de época que se iniciou no município de Esperantina, durante o período de semana santa. Até a quinta-feira santa a festa se acontecia na cidade e na sexta o trio se deslocava para Teresina, fixando-se próximo a Igreja São Benedito, ondetodos seguiam em folia até o sábado de aleluia.

Em 1994 a Micarina veio para Teresina e passou a ser realizada na avenida Universitária, quando, pela primeira vez, o trio circulou na capital, percorrendo a avenida Nossa Senhora de Fátima. Em 1995, a festa passou a ser na Potycabana e o público foi divido em blocos. Tamanho foi o sucesso do evento, que a Micarina passou a ser realizada na Avenida Marechal em 1996, trazendo artistas de grande porte nacional, como Netinho, Ricardo Chaves, Asa de Águia e Ivete, ainda como vocalista da Banda Eva.

Peixoto continuou parceiro na realização da micareta, considerada uma das melhores do Brasil, até o ano de 2002. No campo cultural, Marcus Peixoto trouxe ainda ao Piauí artistas e bandas renomadas como Roberto Carlos, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Dijavan, O Rappa e até mesmo a cantora americana de pop rock Alanis Morissete. Reconhecido por diversas autoridades, músicos, produtores e empresários como um grande fomentador da produção cultural do Estado, Marcus Peixoto, em todos os seus eventos, além de trazer grandes artistas nacionais e internacionais aos palcos piauienses, valorizava as bandas e produções locais, que se revelaram em edições do Piauí Pop.

Só o festival Piauí Pop contou com seis edições de sucesso, que reuniam cerca 30 mil pessoas por dia. A primeira edição da festa, em 2004, foi realizada durante dois dias no Jockey Club. O evento cresceu e passou a acontecer durante três dias, deslocando-se para Atlantic City em 2009, quando foi realizada sua última edição. Durante essa produção, outros grandes artistas e bandas nacionais passaram pelo Estado, a exemplo de Rita Lee, Lulu Santos, Barão Vermelho e Paralamas do Sucesso.

Foi por meio das realizações de Marcos Peixoto que Teresina teve a oportunidade de receber Los Hermanos, Natiruts, Skank, Vanessa da Mata e a banda de heavy metal Angra.

Famosos e autoridades lametam morte de produtor

Empreendedor nato, Marcos Peixoto, esteve a frente de grandes trabalhos publicitários e de forma] direita e indireta também participou da produção de diversos show e festivais. Não foi à toa que a morte do publicitário gerou comoção em todo Estado e cenário artístico nacional. Através das redes sociais, os cantores Bruno Gouveia, do Biquini Cavadão, e Tico Santa Cruz, do Detonautas, lamentaram sua morte .

Bruno declarou no Twitter: "Estou chocado com a morte de Marcus Peixoto. Se o Piauí conhece e ama o Biquini Cavadão, devemos muito ao Piauí Pop e a um cara como ele!"; "Que seja feita uma grande homenagem a 1 cara que tanto acreditou nos seus sonhos e tantos bons momentos proporcionou aos q foram ao Piauipop" e "São pessoas que muitos que nos conhecem não sabem o quanto fizeram para o nome do Biquini se eternizar. Fique com Deus, Marcus. E obrigado!".

"Meus Pêsames a Famíliado Empresário Marcos Peixoto que faleceu hoje no Piauí, um dos criadores do Piauí Pop, onde tivemos ótimos shows"; foi a mensagem postada pelo cantor Tico Santa Cruz também pelo Twitter. O governo do Estado, por meio do governador Wilson Martins, lamentou a morte do publicitário. "Esta é uma grande perda para o Piauí. O Marcus foi um excelente profissional que sempre foi atrás de seus objetivos e uma pessoa que nunca esmoreceu.

Ele realizou grandes eventos no nosso estado e contribuiu muito com nossa cultura", ressaltou o governador.

"Marcus foi uma peça importante na renovação da comunicação publicitária do Piauí, na década de 80. Tem um lugar de destaque na nossa comunicação e deixa uma lacuna enorme. Chegou aqui no Piauí como piloto de avião e terminou pilotando grandes ações, especialmente promovendo grandes eventos como a Micarina e o PiauíPop. Tive o prazer de ser seu amigo e de manter uma boa relação com sua família. Eu brincava dizendo que ele era um ex-cearense, porque há muito que Marcus Peixoto tinha assumido a plena piauiensidade. E ele gostava muito quando eu dizia isso, prova de que tinha se tornado um piauiense em todos os sentidos. Se faltava a certidão de nascimento, havia o título de cidadania, que assegurava formalmente essa condição de piauiense", comentou Fenelon Rocha, coordenador de comunicação social do Estado.

A Prefeitura de Teresina também lamentou a morte prematura do publicitário Marcus Peixoto e, por meio de uma nota de pesar, prestou condolências e solidariedade aos familiares e amigos. "A cidade perde um filho, mas ele nos deixa o exemplo de alegria e dedicação representada pelos eventos onde buscou, incessantemente, a valorização da música e da cultura piauiense" dizia o informativo público pela administração municipal.

Compartilhar no
Por: Katylenin Frana - Jornal O DIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário