Nutricionista dá dicas de como aproveitar sobras da ceia de réveillon

Respeitando algumas regras, praticamente tudo pode ser reaproveitado no almoço do dia seguinte, mantendo, inclusive, o sabor

01/01/2014 08:55h

Compartilhar no

As festas de réveillon costumam ser bastantes fartas, com ceias feitas por amigos e familiares. No cardápio, pratos mais diferenciados possíveis, sempre seguindo a tradição, não deixando faltar o leitão e outros alimentos. É natural que estes alimentos venham a sobrar, daí é necessário fazer o armazenamento e o depósito adequado para reaproveitar a ceia no dia seguinte. Alguns novos pratos podem ser preparados para integrar o primeiro almoço do novo ano.

Segundo a nutricionista Louise Monteiro, a dica principal é congelar os pratos separadamente, e não os misturando. Por exemplo, o arroz em um recipiente, o leitão em outro. “Para incrementar o almoço do outro dia, podem ser feitas farofas ou risotos das carnes. Se for fazer este último é importante deixar o prato mais saboroso e colorido, colocando outros legumes e verduras”, sugere.

O prazo máximo para manter os produtos no congelador é de até 90 dias, mas a nutricionista afirma que o ideal é consumi- los até 24 horas após a preparação. Louise ainda diz que a perda de valores nutricionais é bastante relativa e depende, em primeiro momento, de como foi feita a preparação do prato. Sobre o armazenamento dos alimentos, eles devem ser colocados em recipientes de vidro e nunca leva-los à geladeira ainda em temperaturas quentes.

O salpicão e as saladas devem ser produzidos em quantidade suficiente pra consumo imediato, não podendo ser reaproveitados. “Estes alimentos são preparados com maioneses e produtos do tipo, que possuem uma vida de prateleira (chamada por nós nutricionistas) bastante pequena. Além disso, como ficam expostas elas estragam muito rápido pelo choque de temperatura”, diz a nutricionista.

Planejamento ajuda a reduzir o desperdício

Para que evite desperdícios é recomendado que a ceia fosse planejada antes. As carnes, é sugerido preparar 250g por pessoa, ou seja, se o número de convidados para a ceia for dez, 2,5 kg de carne, somando todos os tipos peru, chester, tender, pernil, bacalhau, é suficiente. Se forem 20 pessoas, esse total passa para 5 kg. Já para as guarnições, 100g devem bastar. Nesse caso, estão incluídos arroz, farofa, salada de legumes, salada de maionese e o que mais for de costume de cada família servir como acompanhamento. A salada de folhas cruas, por ser um prato leve, não precisa ser contabilizada.

Exagerou?

Já para quem exagerou na ceia de final de ano e acabou comendo além da conta, Louie Monteiro dá dicas importantes de como correr atrás do prejuízo. “Primeira coisa: não deixar de comer. Faça o contrário: beba muito líquido, coma frutas e nas refeições opte por grelhados e saladas leves. A pessoa que estiver arrependida por ter comido muito, deve se alimentar em quantidade certa, no horário correto, de acordo com a sua necessidade”, defende a nutricionista, afirmando ser preciso passar por uma reeducação alimentar.

Para os ressacados, a dica é ingerir muito líquido

Uísques, vinhos, champanhes, espumantes ou cerveja. Seja lá qual for a bebida escolhida para brindar a chegada de um novo ano, ficam os sintomas no organismo no dia seguinte. Para remediar a ressaca típica dos exageros desta época principal dica é manter-se hidratado durante todo o dia seguinte.

“A pessoa que ingeriu muita bebida alcoólica deve evitar comer carnes durante outro dia, mas pode beber enérgicos, sem estar misturado com álcool, além, claro, da água de coco”, diz Sintia Gomes.

Frutas usadas na ornamentação podem ser usadas em molhos

A mesa da ceia de réveillon, geralmente, é bem decorada com as mais diversas frutas. A melancia é a protagonista, e pode ser reaproveitada no preparo de uma macarronada agridoce. A sugestão é da também nutricionista Sintia Andrea Gomes, que assegura é um alimento rico em água e açúcar, que possibilita, além da reidratação, a desintoxicação alimentar, natura nestas festividades.

A receita é simples. Basta pegar a melancia usada para ornamentar a mesa, tirar a sementes e bater no liquidificador até forma uma poupa. Numa panela, coloque o tomate picado e deixa refogar bem com a cebola. Em seguida despeje o concentrado da melancia e acrescente sal a gosto, deixando o molho ficar bem encorpado. Por fim, basta misturar o molho ao macarrão parafuso, já cozido.

“Na macarronada é interessante também acrescentar as carnes utilizadas na ceia. Só precisa desfiar o pernil, o chester ou leitão, por exemplo, e refogar no alho e na cebola e misturar ao macarrão e ao molho”, recomenta a nutricionista. O arroz de forno com os demais alimentos pode ser um bom prato para o primeiro almoço de 2014.

Outras dicas:

- Soluções ricas em eletrólitos, como isotônicos, caldos e sopas, são boas opções para substituir o sal e o potássio perdidos na bebedeira;

- A ressaca geralmente desaparece em 24 horas, mas os efeitos duradouros do álcool podem reduzir a performance em qualquer atividade no dia seguinte;

- É importante evitar qualquer medicação para ressaca que contenha paracetamol. Combinado com álcool, essa substância pode causar danos ao fígado.

Compartilhar no
Por: Beto Marques - Jornal ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário