Novo mapa do Piauí ignora área de litígio com o Ceará

IBGE utilizou dados técnicos e históricos para traçar linha divisória

11/06/2012 21:15h

Compartilhar no

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou uma versão atualizada do mapa do Piauí. A nova representação do Estado traz dados novos sobre altitude, relevo e vegetação. A maior novidade, porém, é o desaparecimento da área de litígio com o Ceará.

Na prática, a disputa dos Estados por território permanece. Ainda não há definição sobre quem governa a área de 2,8 mil km² que se estende por 20 municípios (oito do Piauí e 12 do Ceará).

Entretanto, em decisão inédita, o IBGE resolveu ignorar a disputa política e, lançando mão de dados técnicos e históricos, traçou uma linha imaginária entre as duas unidades da federação. A divisa levada em consideração é a imposta por uma cadeia de serras conhecida como Serra Grande.

"Levamos em consideração dados da 'Carta do Rio de Janeiro', documento da década de 1920 que estabelece a linha imaginária que separa os dois Estados nos pontos mais altos dessas serras", explica Pedro Soares, supervisor de Informações do IBGE no Piauí.

A atitude do Instituto é meramente técnica. Antes, o IBGE coletava os dados populacionais como se a zona de litígio fosse um Estado independente compreendido entre Ceará e Piauí. Há dois Censos que esses dados específicos da área deixaram de ser gerados. Para todos os efeitos, o que está à esquerda da Serra Grande é território piauiense e o que está à direita é do Ceará.

A briga pelo controle da "Faixa de Gaza do Nordeste" está no Superior Tribunal Federal (STF). A ação civil ordinária impetrada pelo governo do Piauí reivindica uma área total de 2.821 quilômetros quadrados. Se o STF atender o pedido piauiense, os municípios que passariam para o estado seriam: Poranga (66%), Carnaubal (18%), Croatá (32%), Crateús (8%), Guaraciaba (21%) e Ipaporanga (7%).

No passado, ainda no tempo do Império, por um decreto de Dom Pedro I, o Ceará cedeu uma parte do litoral para o Piauí e em contrapartida ficou com uma área de sertão. O traçado estabelecido pelo decreto, no entanto, sempre foi contestado e não se sabe a que Estado pertence a área que abrange parcialmente 12 municípios do Ceará e oito do Piauí.


clique aqui para ampliar o mapa

Compartilhar no
Por: Rmulo Maia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário