• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Carteira profissional vai beneficiar mais de 200 mil empresários

Através da carteira profissional do empresário piauiense será possível ter acesso a dados de forma totalmente digital.

13/01/2020 09:23h - Atualizado em 13/01/2020 14:06h

Uma novidade pretende tornar mais prática a vida dos empresários e diminuir a burocracia na hora de comprovar sua participação na empresa, o ramo de atuação, entre outras informações. Através da carteira profissional do empresário piauiense será possível ter acesso a todos esses dados e de forma totalmente digital

O documento ainda está sendo desenvolvido pela Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi) e Agência de Tecnologia da Informação (ATI). As equipes técnicas dos dois órgãos estão discutindo as características do documento, como informações, serviços, agregados, segurança da informação e formatos. 

Modelo da carteira profissional. (Foto: Divulgação)

A estimativa é de que até o mês de março deste ano o aplicativo esteja desenvolvido e a carteira profissional do empresário A carteira vai diminuir a burocracia e facilitar a vidas dos empresários passe a funcionar. A presidente da Jucepi, Alzenir Porto, explica que a carteira atende às necessidades do empresário e funcionará como identidade oficial, reunindo as informações do titular e da empresa. 

“Em parceria com a ATI, vamos iniciar esse processo para que possamos, daqui a alguns meses, lançar a carteira. Se observarmos, outras categorias profissionais liberais já têm a sua identificação e o empresário, que exerce um papel tão importante dentro do empreendimento na própria economia do país, está precisando também dessa identificação. E o Piauí quer corrigir essa falha de longos anos, que é mostrar para o nosso empresário que ele é importante e nós temos sim que estar atento às suas necessidades e atendê-lo”, comenta.

A presidente da Jucepi, Alzenir Porto, explica que a carteira atende às necessidades do empresário. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

A presidente da Jucepi destaca que outros Estados, como Rio de Janeiro e Bahia, já possuem a carteira profissional do empresário. Contudo, para o Piauí, a proposta é apresentar um documento ainda mais moderno e funcional. “Estamos querendo fazer uma carteira diferente das que já estão sendo utilizadas por outros Estado. Queremos uma carteira mais robusta, então, além do QR Code, que já existe por exemplo na Bahia, queremos que tenha a possibilidade de agregar um certificado digital, para aqueles que assim desejarem, assim como estamos vendo se será possível que seus dados sejam mantidos atualizados, em caso de qualquer mudança. Mas isso é algo que necessita de um aplicativo, por isso fomos buscar isso junto a ATI”, disse. 

Alzenir Porto enfatiza que a carteira para o empresário é uma conquista. Ela exemplifica que, se em determinado local o empresário deseja se apresentar, basta mostrar o documento e será possível saber seu ramo de atuação, sua participação na empresa. Algo bem diferente de hoje em dia, no qual o empresário necessita andar com uma pasta de documentos, com comprovantes da última alteração ou do o último aditivo

 “Todas essas informações que estariam em diversos documentos estão reunidas em um único local, na carteira profissional do empresário. Os benefícios são vários, desde a desburocratização, informar melhor sua participação na empresa, até deixar de andar com uma pasta cheia de documentos”, acrescenta.

Por: Isabela Lopes

Deixe seu comentário