Morre em Teresina o escritor Manoel Paulo Nunes aos 96 anos

Ele era membro da Academia Piauiense de Letras e ocupada a cadeira 38. "Grande perda para o Piauí", disse APL.

14/10/2021 09:30h - Atualizado em 14/10/2021 09:38h

Compartilhar no
O escritor, professor e acadêmico Manoel Paulo Nunes faleceu nesta quinta-feira (14) em Teresina aos 96 anos. Paulo Nunes era ocupante da cadeira 38 da Academia Piauiense de Letras. A informação foi confirmada pela própria APL em nota divulgada nesta manhã.

No comunicado, o presidente da entidade, jornalista e escritor Zózimo Tavares, destacou o que chamou de “extraordinária contribuição à educação e à cultura” prestada por Paulo Nunes ao longo da vida. “Foram atividades que ele abraçou desde a sua juventude, exercendo-as por toda a vida, de 96 anos, com devoção, brilho incomum e ética”, diz a nota.

A Academia Piauiense de Letras não informou a causa mortis de Paulo Nunes, mas frisou que se trata de uma “grande perda para o Piauí, que ele tanto enlevou com inteligência e honradez”.


Paulo Nunes faleceu aos 96 anos - Foto: Divulgação

Professor, conferencista, escritor, crítico literário e jornalista, Paulo Nunes nasceu em Regeneração a 14 de outubro de 1925 e se formou em Direito. Filho do ex-prefeito do município, Francisco de Paulo Teixeira Nunes, e de dona Raimunda da Silva Nunes, ele exerceu diversos cargos na área da educação e da cultura: foi professor de Português, Literatura, presidiu a Fundação do Ensino Superior do Estado e a Fundação Cultural do Piauí.

Paulo Nunes também foi técnico em Assuntos Educacionais do MEC, juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí e chefe da Representação da UFPI em Brasília. Era membro da Academia Piauiense de Letras desde agosto de 1967 e foi colaborador assíduo da imprensa do Estado, tendo trabalhos publicados no Jornal O Dia, Jornal do Piauí, Folha da Manhã, Correio Braziliense e no Jornal de Brasília.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário