Familiares de Padre Lauro não acreditam em suicídio

A família informou que o seu trabalho de evangelização na Estaca Zero vinha provocando reações

15/08/2013 10:52h - Atualizado em 15/08/2013 12:21h

Compartilhar no

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (15) a missa de corpo presente para o Padre Lauro de Deus, encontrado morto na quarta nas proximidades do município de Barro Duro. A celebração foi presidida pelo Arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, e pelo Padre Amadeu Bernardes e contou com a presença de boa parte do clero teresinense.

Durante toda a manhã, fiéis e familiares se reuniram na Igreja de Nossa Senhora das Dores, a catederal de Teresina, para dar o último adeus ao sacerdote. Da família, apenas duas irmãs, tias e primos e estavam presentes. Os pais de Pe. Lauro de Deus não conseguiram vir até Teresina para a celebração.

Fotos: Assis Fernandes

"Nós recebemos a notícia por volta das seis e meia da noite de ontem e foi um choque. Ninguém esperava por isso e até agora parece que ainda não caiu a ficha que realmente está acontecendo", diz Adriana Nogueira, prima do Padre Lauro.

Ela conta ainda que esteve com o capelão esta semana e que ele aparentava estar tranquilo e bem. "Ele não apresentou nenhum comportamento fora do normal. Pelo contrário. Estava alegre, acolhedor e em paz como sempre". 

Familiares dizem não acreditar na hipótese de suicídio. "Ele não tinha motivos pra isso. O que causou mais surpresa na família foi a forma como tudo aconteceu. Ele nunca faria isso. Não tinha porquê", diz Francisco Nogueira, tio de padre Lauro.

A família informou, ainda, que Lauro de Deus vinha fazendo um trabalho de evangelização próximo à localidade Estaca Zero, onde foi achado morto, e que isso andava incomodando algumas pessoas da região. "Nós não sabemos dizer o que foi nem quem fez isso, mas com o mundo como está, as pessoas aprendendo a matar cada vez mais cedo, nós não duvidamos mais de nada", diz outro tio do padre, Carlos Nogueira. 

Durante a missa, Padre Lauro foi lembrado como um grande pregador do evangelho. O senador Wellington Dias (PT), que esteve presente no velório, ressaltou que o clérigo detinha grande conhecimento das escrituras bíblicas.


"Padre Lauro conhecia com profundidade aquilo que pregava, que levava com ele o Evangelho. Sua morte pegou a todos de surpresa. Foi realmente uma enorme perda para a igreja, e não só para ela. Aqueles que o seguiam, que sabiam a pessoa que ele era têm de fato muito a lamentar. O que nos resta é rezar e pedir a Deus o conforto a ele e à família". 

Em vários momentos da ministração, Dom Jacinto lembrou que "o importante é confiar em Deus nesta hora em que somente a fé projeta a luz para a esperança". 

O corpo do Padre Lauro segue neste momento para Inhuma, a 224 quilômetros de Teresina, onde acontecerá nova missa durante a tarde. O enterro está marcado para as 17 horas de hoje no cemitério do município.


Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário