Manifestantes interditam rodovia em protesto por melhorias na BR-135

Trânsito foi interrompido no começo da manhã na altura de Bom Jesus. Previsão de liberação da pista era para as 10 horas. Rodovia já foi cenário de inúmeras tragédias este ano.

01/07/2017 10:09h

Compartilhar no

Quem tentou passar pela BR-135, na altura de Bom Jesus, durante a manhã de hoje (01), encontrou dificuldades por conta de uma manifestação feita por populares, pedindo melhoria das condições de tráfego da rodovia. A BR-135, que possui 400 Km de extensão no Sul do Estado, já foi cenário de várias tragédias este ano. Somente no primeiro quadrimestre de 2017, 28 pessoas perderam a vida em acidentes na rodovia, um número considerado fora dos padrões até mesmo pela Polícia Rodoviária Federal.


Leia também:

28 pessoas morreram em quatro meses na "Estrada da Morte", a BR-135 

Dnit promete mais R$ 30 mi pra recuperar BR 135, mas valor não resolve problema 


Somente em junho, foram registrados dois acidentes gravíssimos na região, que deixaram 15 pessoas mortas. O primeiro deles aconteceu no dia 12 de junho, em um trecho entre Bom Jesus e Gilbués, quando uma picape e um veículo de passeio colidiram frontalmente deixando seis mortos.

Cinco dias depois, outro grave acidente ocorreu na mesma rodovia, só que desta vez na altura de Redenção do Gurgueia, onde um ônibus que transportava 30 pessoas saiu da pista depois que o motorista perdeu o controle da direção em uma curva. Pelo menos 19 passageiros ficaram feridos e nove pessoas morreram.

Diante dos números alarmantes, a revolta dos moradores de municípios que são cortados pela BR-135 vem aumentando, principalmente por conta das péssimas condições de tráfego que a rodovia apresenta, o que contribui para o risco maior de acidentes. Com a manifestação de hoje, os moradores de Bom Jesus pedem, dentre outros pontos, a construção de acostamento e ampliação do leito da via.

A perícia feita pela PRF no local do acidente com o ônibus em Redenção do Gurgueia mostrou que um dos fatores que contribuiu para a tragédia foi a ausência de acostamento na pista, bem como o desnível de quase 20 centímetros nos trechos onde ele existe. Essa diferença de altura cria o chamado “efeito de degrau”, que impede que um veículo que, por ventura, saia da pista retorne a ela depois, aumentando a perda de controle da direção por parte do motorista. A informação é do superintendente da PRF no Piauí, inspetor Welendal Tenório.

Além da interdição da BR para chamar a atenção das autoridades competentes, os moradores de Bom Jesus iniciaram uma campanha intitulada “A BR-135 precisa parar”. A população pede o alargamento da rodovia, sinalização dos trechos, padronização do acostamento e instação de redutores de velocidade.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário