• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Inpe: Piauí registra 45 focos de incêndio nos últimos cinco dias

Corpo de Bombeiros do Piauí confirmou o aumento considerável do número de chamadas para combate a focos de incêndio na região de Teresina.

19/08/2019 11:01h - Atualizado em 19/08/2019 11:11h

O relatório do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) aponta, que nos últimos cinco dias, foram contabilizados 45 focos de incêndios no Piauí. Segundo o Corpo de Bombeiros do Piauí, houve um aumento considerável do número de chamadas e atendimentos para combate ao fogo em Teresina, em especial focos de incêndio em matagal.

Na última sexta-feira, 16, um foco de incêndio em um matagal se alastrou para o terreno de uma fábrica de calçados na zona Sul de Teresina. A suspeita é de que fagulhas do fogo provocado no mato tenham sido levadas pelo vento e atingido o material estocado para reciclagem no terreno da fábrica. Após três dias, os bombeiros continuam a atuar no combate ao fogo no local.

Bombeiros atuam no combate a incêndio em fábrica na zona Sul. (Foto: Nathalia Amaral/ O Dia)

Assim como o caso ocorrido na zona Sul, entre as principais causas de focos de incêndio no estado está o fogo criminoso, causado propositalmente pela queima de vegetação ou lixo por moradores. A major Najra Nunes explica que essa prática é considerada crime ambiental. “O fogo indiscriminado é uma prática criminosa. O ideal é que você não toque fogo. Se você tem alguma necessidade de queimar vegetação, é necessário que vá a algum órgão ambiental para que essa necessidade seja comunidade e o órgão irá avaliar, junto com o solicitante”, informa.

Caso a queima do material seja autorizada pelo órgão ambiental, seja pelo IBAMA ou pelas secretaria de Meio Ambiente, o solicitante será orientado para realizar a queima da forma correta, avaliando os melhores horários, dias, condições do tempo e precauções a serem tomadas para evitar que o fogo se espalhe.

Bombeiros atuam contra fogo em vegetação. (Foto: Arquivo O Dia)

Quanto à queima de lixo, a major explica que esta prática é terminantemente proibida na Capital, uma vez que a cidade possui coleta regular de lixo. A queima para eliminação de resíduos só é permitida pela legislação em localidades rurais não atendidas pelo serviço de coleta de lixo.

Para formalizar denúncias de queima irregular, a população pode entrar em contato pelo número 153, da Defesa Civil de Teresina, com ligação gratuita, ou ainda via Whatsapp ou chamadas telefônicas para os números (86) 99514-3417 ou 99505-5360, do Batalhão de Policiamento Ambiental do Piauí. Já para acionar o Corpo de Bombeiros para atuar no combate aos focos de queimada ou incêndio, o número de contato é o 193.

Por: Nathalia Amaral

Deixe seu comentário