Indústrias instaladas no PI geram 148 mil empregos

Setor industrial teve um crescimento na economia piauiense nos últimos anos, sendo responsável por 16,19% do PIB

25/05/2013 08:49h

Compartilhar no

No dia 25 de maio é lembrado o Dia Nacional da Indústria, setor crescente na economia Piauiense. Nos últimos dez anos foram registradas 379 indústrias beneficiadas com incentivos fiscais estaduais, o que representa investimentos na ordem de R$ 7.008.602.267,00 e geração de um total de 148 mil empregos diretos e indiretos em todo o Piauí.

Dados da Cepro, em levantamento realizado em 2012, mostram que o setor industrial teve um crescimento na economia piauiense nos últimos anos, sendo responsável por 16,19% do Produto Interno Bruto do Piauí.

Entre os centros industriais que se destacam na economia piauiense estão os voltados para indústrias de transformação de produtos agrícolas, como as de produção e beneficiamento de mel, caju, soja, algodão, cera de carnaúba, couros e peles, além de medicamentos, cosméticos e perfumaria, indústria cerâmica, indústria química, alimentos, bebidas e confecção.

Outro setor crescente, segundo a diretora de Indústria da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ivani Gonçalves, é a mineração, incluindo a exploração de níquel, mármore, amianto, ardósia, talco, vermiculita e ferro, além da indústria de embalagens (metálica e papelão).

“A Política de atração de investimento empreendida pelo estado tem como meta a captação de investimentos para agregação de valor às nossas potencialidades com reflexos na geração de emprego e renda, benefícios sociais e ampliação do segmento industrial no desenvolvimento econômico. Envolve também o estímulo à interiorização dos investimentos como forma de desenvolver municípios com IDH inferior à média do Estado ou que cumpram metas de responsabilidades Social e Ambiental”, pontua Ivani Gonçalves.

Já com relação às exportações, somente no ano de 2012, houve uma injeção na economia do Piauí de US$ 225.729.895,00. Os principais produtos da pauta exportadora no ano passado foram soja, que representa 64,55% do valor total, seguida das ceras vegetais, com 20,82% e do algodão, 4,73%.

Compartilhar no
Por: Ceres Passos

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário