• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Igualdade de gênero ainda é um desafio no Dia da Mulher Advogada

Advogada elenca questões que vão desde altos cargos ocupados por homens até conciliar filhos e trabalho

14/12/2019 09:23h - Atualizado em 20/12/2019 16:18h

Neste domingo (15) é comemorado o Dia da Mulher Advogada. A data busca reafirmar a defesa e o fortalecimento dos direitos da mulher advogada, com foco no respeito e na igualdade de gênero, como explica a advogada administrativa Naiara Moraes.


“É um dia de comemorar mais também de fazer reflexões porque, na verdade, ainda existem muitos desafios em relação à advocacia feminina. São dilemas que ainda persistem e, por isso, temos que estar unidas para viabilizar melhores condições de trabalho, representatividade dentro da OAB e visibilidade na sociedade”, conta Naiara Moraes.

Advogada Naiana Moraes (Foto: Elias Fontenele/O Dia)

A advogada lembra ainda que os desafios vão desde altos cargos ocupados por homens até conciliar filhos e trabalho. Por isso, é preciso encorajar as mulheres a comporem cargos na área jurídica.

“Temos dificuldade de conseguir conciliar o dia a dia do escritório, viajar, família, filhos e pautas de audiência em várias cidades. Temos que nos desdobrar para cumprir todas as missões. No escritório, é não ter medo de conversar com autoridades, pois isso vai marcar o nosso espaço dentro do mercado de trabalho”, diz Naiara Moraes. 

As advogadas são referência na luta política pelo direito da mulher em todos os espaços. Porém, no Piauí, só atua uma desembargadora, Eulália Pinheiro. Ela foi a primeira mulher a ingressar na magistratura estadual piauiense, a primeira desembargadora doTribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) e primeira presidente da Corte estadual e do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Piauí (TRE-PI). Portanto, ainda há muito a ser conquistado


Edição: Virgiane Passos
Por: Sandy Swamy

Deixe seu comentário