• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

FMS distribui aparelhos auditivos gratuitos para a população

Somente no primeiro semestre de 2019, foram fornecidos 714 aparelhos para níveis variados de perda de audição.

22/07/2019 11:48h

O problema auditivo tem prejudicado as interações sociais e a qualidade de vida do aposentado José de Ribamar, de 75 anos de idade, morador do bairro Piçarra em Teresina. Ele conta que foi diagnosticado com perda de audição moderada e espera que essa realidade mude quando receber o seu aparelho auditivo pelo Sistema Único de Saúde (SUS), na próxima semana.

Para resolver problemas semelhantes aos do José Ribamar, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) mantém o programa de Saúde Auditiva, no Centro Lineu Araújo, no Centro Sul de Teresina. Somente no primeiro semestre de 2019, foram fornecidos 714 aparelhos para níveis variados de perda de audição.

FMS distribui aparelhos auditivos gratuitos para a população. (Foto: Divulgação)

O aposentado relata que a sua esposa, de 79 anos de idade, notou que ele não a escutava. “Se eu não olhar para a pessoa, não entendo o que ela está falando. Estou ouvindo muito pouco e fico ansioso, com a cabeça a mil porque não escuto direito. Vim aqui para o Lineu Araújo e já estão providenciando o meu aparelho, para eu não piorar desse problema”, conta.

“O tratamento na rede de saúde de Teresina é integral e, além da dispensação de aparelhos auditivos, abrange o fornecimento de medicamentos, realização de exames e até cirurgia de implante coclear, indicado em caso de paciente diagnosticado com surdez profunda”, ressalta o presidente da FMS, Charles Silveira.

Para receber o aparelho auditivo, a pessoa deve ir a uma Unidade Básica de Saúde e então marcar exames e consulta para médico otorrinolaringologista. Posteriormente, deve levar a documentação necessária (laudo com comprovação da perda auditiva, exame audiológico, RG, comprovante de residência e cartão do SUS) para a FMS, na Av. Miguel Rosa, nº3948.

“O Programa de Saúde Auditiva do Centro Lineu Araújo fornece consulta com otorrinolaringologistas e fonoaudiólogos, realiza exames para avaliação da perda auditiva e fornece o aparelho adequado ao caso. Ao entregá-lo, damos todas as orientações e fazemos o acompanhamento periodicamente”, afirma a coordenadora do programa e fonoaudióloga Cecita Amorim.

Segundo a otorrinolaringologista do Lineu Araújo, Alexandra Kolontai, o envelhecimento ainda é listado como uma das principais causas da perda auditiva. “Mas há vários fatores que levam a perda de audição parcial ou total. É importante que as pessoas saibam que quanto mais precoce o diagnóstico, melhor o resultado do tratamento”, enfatiza.

Maternidades fornecem teste da orelhinha para bebês

De acordo com Jesus Mousinho, diretora de assistência especializada da FMS, as maternidades da Prefeitura de Teresina realizam o teste da orelhinha nos bebês. “É um exame simples, que deve ser feito preferencialmente nas primeiras 24 a 48 horas de vida do recém-nascido e é fundamental para detectar precocemente a perda auditiva”, finaliza.

Fonte: Da Redação

Deixe seu comentário