• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Feira de livros usados aquece vendas neste início de ano

Pais estão em busca de melhor custo-benefício na hora de comprar os materiais escolares para o novo ano letivo.

08/01/2020 08:52h - Atualizado em 08/01/2020 13:05h

Os pais já estão na correria para comprar o material escolar dos filhos para 2020. A lista é enorme, mas o que mais tem pesado no orçamento é a quantidade de livros e os preços. Alguns exemplares podem chegar a custar R$ 270 e as listas completam acabam ficando em torno de R$ 2 mil a R$ 3 mil. 

Uma boa alternativa para quem quer economizar é procurar as feiras de livros usados. Na Praça do Fripisa, no Centro de Teresina, a movimentação já está intensa. No local, os feirantes estão organizando os livros, apagando os riscos com borrachas e corretivos e encadernando os exemplares. A maior procura dos pais é pelos livros tradicionais, como de Português e Matemática, e também pelos paradidáticos. O preço mais barato atrai os clientes. 


(Foto: Assis Fernandes/O Dia)

“A lista de materiais é caríssima e geralmente os livros do ano passado acabam ficando perdidos, porque você não usa mais. Aqui dá para vendê-los ou trocá-los por algum que vá precisar este ano”, conta Leonardo Bastos, que foi à feira em busca de livros. O pai conta que passar na feira de livros usados antes de ir à livraria deu certo e ele acabou fazendo um bom negócio. Além de vender os livros do ano passado para abater no valor final da sua conta, ele ainda comprou os livros que precisa para este ano. 

A mãe de Isabella Moreira, Luzinete Moreira, conta que também sempre procura a feira de livros da Praça do Fripisa quando inicia o ano. Ela destaca que essa é a melhor opção para quem quer vender os livros antigos e o custo-benefício é vantajoso. “Faz muita diferença quando vamos comprar pela internet. Na internet, achei livro de R$ 37 e aqui na feira eu comprei por R$ 25, então vale a pena vir comprar aqui”, acrescenta Luzinete Moreira.

Dicas

Mas é importante lembrar que os livros precisam estar em boas condições e que existem algumas regras para comprar e vender os exemplares. Uma delas é que os livros estejam bem conservados, que tenham escritas leves e não tenham marcas de marca-texto. Outra dica importante é sempre negociar diretamente no estande dos feirantes. 

“Pedimos para os pais que não vendam os livros no meio da rua, que tragam até as bancas, pois aqui eles conseguem fazer uma venda melhor ou trocar por algum outro livro que eles estejam precisando. Quem está no meio da rua compra a um valor mais baixo e revende para nós da feira”, alerta Graça Xavier, presidente da feira de livros. 

Os preços dos livros podem variar de R$ 50 a R$ 140. Ainda de acordo com Graça Xavier, os valores estão abertos a negociações, descontos e parcelamentos no cartão. “Os descontos são bons. Livros que custam R$ 270, você pode comprar até por R$ 130. Muitos pais deixam para vir só no mês de abril. Eles compram aos poucos, dois livros agora, depois mais dois livros, e a feira vai funcionando assim, até o mês de abril”, finaliza. 

Por: Isabela Lopes

Deixe seu comentário