Esse é um bom momento para comprar imóvel, diz economista

Os empreendimentos estão com valores abaixo do que costuma ser negociado devido a escassez de dinheiro circulando no mercado

15/05/2020 10:14h

Compartilhar no

Mesmo em meio à crise causada pelo coronavírus, muitos continuam em busca da tão sonhada casa própria. Segundo uma pesquisa feita pela Brain Inteligência Corporativa, entre os dias 20 e 27 de março deste ano, com pessoas que haviam sinalizado o desejo de comprar um imóvel antes da pandemia, entre outubro de 2019 e fevereiro de 2020, constatou que 55% ainda permanece com esta vontade. 

E segundo o economista especialista no setor imobiliário, Dorgilan Rodrigues, este realmente é um bom momento para quem deseja comprar ou financiar um imóvel. Ele explica que os empreendimentos estão com valores abaixo do que costuma ser negociado, devido a escassez de dinheiro circulando no mercado e isso faz com o preço dos imóveis despenque. 

“Além do imóvel ter um preço mais baixo, o governo disponibilizou recurso financeiros de financiamento subsidiado com juros baixo. Na semana passada, com a queda da taxa selic em 0,75%, alguns bancos informaram que fariam o repasse para financiamento de bens duráveis, e com certeza para o financiamento imobiliário também deve ter caído a taxa de juros. Então, é um momento viável para o comprador”, conta o economista.


Com a queda da taxa selic em 0,75%, alguns bancos informaram que fariam o repasse para financiamento de bens duráveis - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Contudo, é preciso que esse comprador fique atento a alguns pontos, como a real necessidade da compra deste imóvel; se o dinheiro investido não será necessário posteriormente e se terá como arcar com esse compromisso que está assumindo, especialmente quem não tem renda garantida.“Esse comprador precisa ter uma garantia que esse dinheiro que será aplicado no imóvel não vai lhe fazer falta no futuro. E é muito mais interessante para o lado de quem é servidor público, que tem uma receita certa, mas isso são poucas pessoas que têm uma renda garantida todo mês”, frisa Dorgilan Rodrigues.

Por outro lado, o economista enfatiza que este não é um bom momento para quem deseja vender um imóvel, justamente pelo valor bem abaixo de mercado. De acordo com ele, muitos imóveis estão sendo negociados com valores inferiores ao que realmente valem, fazendo com que o vendedor perca dinheiro.

“Tivemos um boom entre 2013 a 2018 com crescimento e supervalorização do preço dos imóveis. Nesse período, devido ao fluxo contínuo de dinheiro, o mercado estava superaquecido, com muitos financiamento e dinheiro que o governo disponibilizou naquela época, mas no final de 2018 o preço desse imóvel começou a cair. Hoje, você encontra imóveis com preços bem abaixo do mercado devido essa escassez de dinheiro e a insegurança que o mercado está dando”, acrescenta.

Para o economista Dorgilan Rodrigues, este deve ser um momento de cautela, tanto para quem vai comprar como vender um imóvel. E enfatiza que os agentes precisam ter um planejamento na hora de comprar ou vender este bem para não perder dinheiro.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Isabela Lopes, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário