• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Carreira & Negocios

Empresas buscam novas habilidades em candidatos a emprego

Seleções avaliam, além das formações e experiências descritas no currículo, relacionamento interpessoal e inteligência emocional.

30/01/2020 09:22h - Atualizado em 30/01/2020 11:06h

Durante uma entrevista de emprego, além de apresentar suas capacidades, o candidato deve demonstrar também suas habilidades. Essas características podem ser determinantes na hora do recrutador decidir quem irá ocupar aquela vaga. A consultora de Recursos Humanos, Paula Santos, explica que, quando é feita uma entrevista de emprego, além de perguntar sobre a vida pessoal e profissional do candidato, é de praxe questionar seus pontos positivos, melhorias de cada um, de forma a entender melhor seu perfil e se é compatível com a vaga disponível.

Empresas buscam novas habilidades em candidatos a emprego. (Foto: Folhapress)

“Avaliamos o candidato de acordo com o perfil de uma vaga. Se a vaga exige que a pessoa seja mais ágil, tenha um comportamento mais dinâmico ou tranquilo, analisamos antes dele ir para a entrevista final, para ver se é compatível com o que estamos buscando. Analisamos também as habilidades, competências e como é sua relação com a equipe”, destaca. 

Paula Santos ainda pontua que, no momento da contratação, é analisada ainda a boa relação interpessoal do candidato. Ou seja, se o candidato consegue se relacionar bem com as pessoas da equipe, se está aberto e é flexível para receber feedbacks, além de ter capacidade de análise das atividades que realiza e resultados que integra. 

“Na hora da contratação, analisamos se ele tem uma boa relação interpessoal, sua criatividade e inovação, pois as pessoas estão muito habituadas a realizar uma atividade de forma mecânica; e trazendo essas inovações faz com que a pessoa crie novas soluções. Também é preciso ter outras habilidades, como análise de problemas e inteligência emocional, pois é crucial para o profissional, bem como avaliar seu poder de autocontrole em uma situação e a auto responsabilidade, que é se responsabilizar pelos seus resultados”, disse Paula Santos. 

A consultora de Recursos Humanos pontua também que são características que as empresas buscam no candidato, independente da vaga, quanto mais habilidades, mais isso irá agregar ao seu currículo. Ter contato com a tecnologia é fundamental, assim como ter cursos de capacitação em diferentes áreas. “Os cursos de capacitação são muito importantes. 

Hoje, com o fácil acesso às informações, é possível ver isso pela internet e de forma gratuita, e, com isso, você vai poder se desenvolver em qualquer área, inclusive desenvolver habilidades como a comunicação, de relacionamento interpessoal, flexibilidade, e aprender a desenvolver algo a sua área específica”, disse.

“Essas características são muito importantes para que esse candidato seja selecionado ou participe de algum processo seletivo, independente da área. Se você deixa de estudar sobre algum tema e ações práticas no dia a dia, a pessoa acaba ficando para trás. Buscar esse desenvolvimento, independente de empresa e cargo, e tem várias maneiras de fazer isso”, conclui Paula Santos.

Edição: Virgiane Passos
Por: Isabela Lopes

Deixe seu comentário