Em cena, a comédia 'Das Cinzas Coração'

O espetáculo integra o projeto Palco Giratório que, no Piauí, contemplará Teresina, Parnaíba e Floriano.

02/04/2019 06:59h

Compartilhar no

O Grupo Quimera Criações Artísticas & Teatro Ateliê (RS) apresentará em Teresina, Parnaíba e Floriano a comédia "Das Cinzas Coração", parte do Projeto Palco Giratório, contando ainda com a realização de oficina em cada cidade. A entrada é 1kg de alimento não perecível e a classificação é livre. 

Em Teresina as apresentações acontecem dias 4 e 5, 14h às 18h, na Escola de Teatro Gomes Campos, e dia 6, às 17h, no Theatro 4 de Setembro. Em Floriano, a comédia será apresentada hoje (2), às 19h30, no Teatro Maria Bonita; dia 3, 14h às 18h e 18h30 às 22h30, na Sala de Artes do Sesc Floriano. Já em Parnaíba, o projeto acontece dia 8, às 19h, no Teatro do Sesc Avenida. 


O cotidiano contado com o charme do cinema mudo e técnicas dos palhaços - Foto: Divulgação

“Das Cinzas Coração” é uma comédia sobre desigualdade de gênero que junta o charme do cinema mudo a técnicas de palhaço para contar, com graça e sensibilidade, um dia aparentemente cotidiano na vida de Aurora - jovem cheia de habilidades subestimadas, sufocada entre desejos adormecidos e sua realidade opressiva tão comum a tantas mulheres brasileiras. Paralelamente ao espetáculo acontecem as oficinas 

“Oficina de jogos e técnicas de palhaços” e “Dramaturgia do silêncio: ecos de liberdade”. A inscrição também é 1kg de alimento não perecível. 

A companhia que apresenta o espetáculo surgiu para inovar: em 2014, em busca de maior autonomia e autenticidade, Jéferson Rachewsky convidou Valquíria Cardoso e outros experientes e talentosos artistas que compartilham da paixão pela arte popular e pela comicidade do palhaço para mesclarem experiências e desenvolver trabalhos autorais comprometidos com a originalidade e qualidade. O Palco Giratório é o maior projeto de artes cênicas da América Latina, há mais de 20 anos promovendo ações formativas e espetáculos de teatro, circo e dança. O projeto tem reconhecimento internacional pela qualidade e diversidade dos trabalhos.

Compartilhar no
Edição: Marco Antônio Vilarinho

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário