• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Dono de restaurante é preso suspeito por furto de água em Teresina

Com a fraude, a Águas de Teresina estima que 361 mil litros de águas foram consumidos de forma irregular. A água desviada daria para abastecer 36 imóveis residenciais.

12/03/2020 15:19h

Um dono de restaurante localizado na Zona Leste de Teresina foi preso em flagrante na quarta-feira (11) pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) depois que técnicos da distribuidora Águas de Teresina constaram um desvio de água no hidrômetro da empresa do empresário. Ele foi levado para a sede do Greco para prestar esclarecimentos.

Foto: Águas de Teresina.

Segundo informou a concessionária, havia no imóvel uma intervenção no contator conhecida como by-pass. O produto era consumido sem que fosse contabilizado no hidrômetro.

Com a fraude, a Águas de Teresina estima que 361 mil litros de águas foram consumidos de forma irregular. A água desviada daria para abastecer 36 imóveis residenciais.

O empresário, que não teve a identidade revelada, vai responder pelo crime de furto. O valor da multa que deverá ser paga por ele, não foi divulgada.  

Foto: Águas de Teresina. 

A coordenadora de fiscalização da Águas de Teresina, Paula Moretti, disse o furto de água traz prejuízo coletivo.

 “Quem não tem a devida medição e usa água de forma desregrada consome até cinco vezes mais do que uma unidade com o consumo registrado. É uma conduta que vai na contramão de um debate mundial em torno da sustentabilidade. Usar água de forma racional é uma responsabilidade cidadã”, afirma.

Preso em flagrante, o empresário foi encaminhado à sede do Greco para procedimentos cabíveis em lei.

Convênio com o Greco

A Águas de Teresina afirmou que renovou com o Greco neste mês, o convênio para cooperação nas ações de combate às fraudes ao sistema de água e esgoto em Teresina. Em 2019, as ações de fiscalização resultaram na identificação de 26,6 mil fraudes.

As principais ocorrências estão relacionadas à violação do hidrômetro, do corte no cavalete e hidrômetro danificado. Além disso, há ainda o by-pass.

Segundo o delegado do Greco, Laércio Evangelista, agentes especializados atuam junto às equipes de fiscalização da concessionária observando presencialmente situações em que há suspeita de fraudes no sistema de água e esgoto.

“Nós fazemos a investigação e perícia nos locais onde há suspeita de fraudes e o reforço policial é dado quando há resistência por parte do usuário. É um trabalho desempenhado para tentar coibir esse tipo de conduta do furto de água que, além de ser crime, ainda é um dano ao meio ambiente”.

Como denunciar?

Segundo a Águas de Teresina, as denúncias podem ser formalizadas através dos canais de atendimento: 0800 223 2000 ou 115. Está disponível ainda o 3085 2217 para contato direto com o Greco.

Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário