Dias quentes são propícios a chuva de granizo, diz meteorologista

Chuva caiu ontem sobre o bairro Dirceu e assustou moradores

06/01/2014 09:28h - Atualizado em 06/01/2014 15:42h

Compartilhar no

A chuva de granizo que caiu ontem sobre o bairro Dirceu, é comum em dias quentes e úmidos segundo a meteorologista da Semar, Sônia Feitosa. O fenômeno é explicado pelo encontro do ar quente que sobe da superfície terrestre e entra em contato com o ar frio de nuvens localizadas nos pontos mais altos da atmosfera.

A meteorologista explica que as chuvas de granizo acontecem com mais frequência no verão quando o hemisfério Sul recebe maior incidência de raios solares e fica mais aquecido. “Como é um período em que chove muito, o dia fica quente e úmido. O ar quente tende a subir e quando ele se encontra com o ar frio da atmosfera gera um contraste de temperaturas que acaba criando gotículas de gelo. Com o movimento de sobe e desce das correntes de ar, essas gotículas vão aumentando de tamanho até se precipitarem”, explica.

A formação do granizo só é possível quando há no céu nuvens do tipo cumulus ninbus, que são massas de ar de temperatura extremamente baixa e que ficam localizadas nas partes mais elevadas da atmosfera. Sônia Feitosa diz que essas nuvens chegam a atingir em média -80°. “A partir daí você tem a explicação de porque só choveu granizo no Dirceu. Havia uma nuvem do tipo cumulus nimbus sobre o bairro no fim da tarde quando o ar quente evapora”.

Não é certo que uma nova chuva de granizo vá acontecer, nem é possível saber onde ou quando ela ocorreria, mas caso o fenômeno se repita, é do Centro-Norte até o extremo Norte do Piauí. "É impossível que ocorra no Sul, devido às temperaturas mais amenas que são registradas lá", disse Sonia Feitosa.

Previsão para esta segunda-feira

Sônia Feitosa adiantou ainda que a previsão para hoje é de dia nublado e mais chuvas, principalmente na região Norte do Piauí. “Essas chuvas no Norte podem ser fortes por conta da zona de convergência intertropical que se aproxima do Norte do país fazendo com que nuvens de ar quente se encontrem e haja precipitação”, diz.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário