Dez municípios do Piauí geram 76% do valor da produção agrícola do estado

Pesqiuisa da Produção Agrícola Municipal do IBGE aponta ainda que a área de plantio de soja e milho cresceu enquanto a de arroz diminui no estado.

22/09/2021 12:03h - Atualizado em 22/09/2021 12:09h

Compartilhar no

A produção agrícola piauiense gerou em 2020 o valor de R$ 6,1 bilhões na lavoura temporária e permanente. O dado foi divulgado nesta quarta-feira (22) pelo IBGE. No entanto, apesar dos 224 municípios terem contribuído para este total da produção, 76,2% desse montante foi gerado por apenas dez cidades. É isso o que revela a pesquisa Produção Agrícola Municipal 2020.

Os municípios com as maiores participações na produção agrícola do estado são: Baixa Grande do Ribeiro, Uruçuí, Bom Jesus, Ribeiro Gonçalves, Santa Filomena, Currais, Gilbués, Monte Alegre do Piauí, Sebastião Leal e Palmeira do Piauí. Juntos, eles geraram R$ 4,6 bilhões com a produção agrícola em 2020, ou seja, mais de três quartos do valor total obtido pelo estado naquele ano. Quase toda essa quantia (99,8%) é proveniente do cultivo de grãos.


A pesquisa do IBGE aponta que em 2020 a produção agrícola piauiense foi maior que o registrado em 2019. Isso aconteceu devido ao fato de a produção do ano retrasado ter sofrido impactos causados por fatores climáticos desfavoráveis. Em 2018, o estado obteve R$ 4,5 bilhões com a agricultura, quantia que caiu para R$ 4,3 bilhões no ano seguinte. A redução foi de 4,8% no período. A queda foi superada pelo aumento cerca de dez vezes maior (41,2%) registrado em 2020. 

“O valor da produção agrícola do Piauí é altamente dependente da produção de grãos, os quais têm uma cotação de preço nacional quase nivelada. Então, esta variação se dá, basicamente, em decorrência das diferenças do impacto do clima nas diferentes regiões do Brasil sobre as culturas de grãos”, explica o servidor da Supervisão de Pesquisas Agropecuárias do IBGE no Piauí Flávio Cipriano. Ele acrescenta que, em 2020, a produtividade agrícola piauiense foi considerada dentro da normalidade. 


Leia também: Produção de grãos deve ter queda no Piauí, mas ainda será recorde, diz IBGE 


Piauí respondeu por 1,3% do total obtido com a produção agrícola brasileira

A pesquisa do IBGE revela ainda que essa quantia de R$ 6,1 bilhões que foi gerada pelo Piauí representa 1,3% do total obtido com a produção agrícola brasileira naquele ano, que foi avaliada em R$ 470,5 bilhões. Isso representa ainda um crescimento de 0,1 ponto percentual em comparação com 2019, quando o Piauí teve participação de 1,2% no valor total do país.

Com o aumento de participação na produção nacional, o Piauí avançou da 15ª para a 14ª posição entre as demais Unidades da Federação. O estado que gerou maior valor foi o Mato Grosso, com quantia equivalente a 16,8% da produção brasileira. Pernambuco foi superado pelo Piauí em 2020, caindo para a 15ª colocação. A menor participação no montante foi do estado do Amapá, representando apenas 0,03% do total.

Área de plantio de soja e milho aumentou, mas a de arroz caiu

De 2010 a 2020, a área com plantio de soja expandiu 120,9% no Piauí. Enquanto 343 mil hectares foram cultivados em 2010, cerca de 757 mil hectares foram registrados em 2020. Nesse período, a quantidade produzida de soja aumentou 181,8%. O volume, que foi de 868 mil toneladas em 2010, atingiu a marca de 2,4 milhões de toneladas em 2020. A soja é o principal produto agrícola do Piauí: em 2020, ela foi responsável por mais da metade (56,6%) de todo o valor obtido com produtos da agricultura no estado.


Foto: Divulgação/Aprosoja

Também aumentou a área com cultivo de milho nos últimos dez anos. O crescimento foi de 50,8%, sendo que a extensão passou de 310 mil hectares em 2010, para 467 mil em 2020. Já o volume produzido do grão teve crescimento de 542% no período. Em 2010, foram produzidas 342 mil toneladas de milho, tendo atingido a 2,1 milhões de toneladas em 2020.  O milho gerou 26,4% do valor total da produção agrícola piauiense em 2020.

Enquanto isso, a área de plantio de arroz reduziu 58,9% entre 2010 e 2020. Cerca de 132 mil hectares eram usados para o cultivo de arroz em 2010, restando apenas 54 mil hectares em 2020. A quantidade produzida também sofreu queda, de 8,1% no período. Enquanto 113 mil toneladas foram obtidas em 2010, o volume caiu para 103 mil em 2020. O arroz perdeu participação no valor gerado pela produção agrícola piauiense: em 2010, apenas a soja e o milho o superavam em valor, já em 2020, o valor da produção do arroz também foi superado pelo feijão, mandioca e cana-de-açúcar.

Produção de uva aumentou 400% no Piauí em 2020

No Piauí, a produção de uva teve crescimento expressivo em 2020. O estado produziu 120 toneladas da fruta, quantidade 400% superior às 24 toneladas obtidas em 2019. O município de São João do Piauí é o único responsável pela produção de uva no estado. O aumento é justificado pelo “plantio de novas áreas na tentativa estabelecer a cultura na região semiárida. Como a área existente é pequena, qualquer oscilação representa um grande percentual”, esclarece o servidor da Supervisão de Pesquisas Agropecuárias do IBGE no Piauí Flávio Cipriano. 

Outra que também apresentou crescimento na produção agrícola em 2020 no Piauí foi a mandioca: o estado obteve 444 mil toneladas do produto naquele ano, quantidade 119% maior que o registrado em 2016. A mandioca sofreu quedas consecutivas no volume obtido entre 2010 e 2013. Houve recuperação entre 2014 e 2015, com nova redução em 2016. Desde então, a quantidade tem crescido a cada safra. “O melhor preço pago pelo produto estimulou muitos produtores a retornar a plantar esta cultura. Além de condições climáticas melhores após seguidos anos de perdas devido às secas”, finalizou Flávio Cipriano.

Compartilhar no
Fonte: Com informações do IBGE

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário