• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Desembargador Manfredi Mendes de Cerqueira morre aos 94 anos

A morte do desembargador, cuja causa ainda não foi divulgada, foi lamentada por várias instituições do Estado.

03/06/2019 10:39h - Atualizado em 03/06/2019 12:56h

O ex-presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, o desembargador Manfredi Mendes de Cerqueira, morreu nesta segunda-feira (3), aos 94 anos. O desembargador também foi o primeiro Diretor da Escola Superior da Magistratura do Piauí, presidente da Associação dos Magistrados Piauienses e presidente do Tribunal Regional Eleitoral.

A morte do desembargador, cuja causa ainda não foi divulgada, foi lamentada por várias instituições do Estado, como o Tribunal de Justiça e a Universidade Federal do Piauí. 

Desembargador Manfredi Mendes de Cerqueira morre aos 94 anos. (Foto: Divulgação/UFPI)

Nascido no município de Piracuruca, Manfredi Mendes de Cerqueira formou-se bacharel em direito pela Universidade Federal de Minas Gerais, sendo posteriormente aprovado em concurso público para o Ministério Público do Estado do Piauí.

Exerceu os cargos de advogado-geral do Estado, secretário do Interior, Justiça e Segurança Pública e procurador de Justiça do Tribunal de Contas e professor de Direito da Universidade Federal do Piauí. 

O ex-presidente do Tribunal de Justiça do Piauí é ainda autor de vários livros e trabalhos publicados. Ocupou a cadeira de número 28 da Academia Piauiense de Letras. 

O velório do desembargador iniciou por volta das 10h na Pax União, na Avenida Miguel Rosa, zona Centro/Sul de Teresina.

Nota da UFPI

A Administração Superior da Universidade Federal do Piauí e toda a comunidade universitaria informa, com profundo pesar, a morte do Desembargador Manfredi Mendes de Cerqueira, 94 anos. 

Nascido em Piracuruca (PI) formou-se bacharel em direito pela universidade federal do Minas Gerais. Aprovado em concurso público para o Ministério Público do Estado do Piauí. Exerceu os cargos de  Advogado Geral do Estado, Secretário do Interior, Justiça e Segurança Pública e Procurador de Justiça do Tribunal de Contas, Professor de Direito da Universidade Federal do Piauí (Chefe de Departamento, Diretor do CCHL. Foi, ainda, Diretor da Escola Superior de Magistratura do Piauí - ESMEPI e Presidente da Associação dos Magistrados do Piauí. Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, oportunidade em que chegou a assumir o governo o Governo do Estado interinamente.

Desembargador Manfredi é ainda autor de vários livros e trabalhos publicados. Ocupou a cadeira de número 28 da Academia Piauiense de Letras. 

o Desembargador Manfredi Mendes Cerqueira esteve presente na solenidade oficial de instalação da Universidade Federal do Piauí, no dia 1º de Março de 1971. Foi Procurador-Chefe da Procuradoria Federal, órgão da Procuradoria Geral Federal (PGF), junto a UFPI, no período de 31/01/1997 a 31/08/2014. Em sua saída, recebeu os agradecimentos e o reconhecimento da UFPI pela dedicação, competência e retidão no exercício da função de Procurador-Chefe. 

Nossas condolências a D.Zelita (esposa) e aos filhos: Manfredi, Márcio, Marcelo, Marisa e Marúcia. Que a família seja amparada neste momento de dor e saudade.Nosso abraço fraterno.

Nota do TJ/PI

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) manifesta seu profundo pesar pelo falecimento do desembargador Manfredi Mendes de Cerqueira. Ao longo de sua carreira profissional, exerceu o Magistério Superior na Universidade Federal do Piauí, ocupou os cargos de advogado-geral do Estado, secretário do Interior, Justiça e Segurança Pública, procurador de Justiça, tesoureiro da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, Seção do Piauí.

Foi desembargador do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, ingressando na vaga destinada ao Ministério Público em 1978. Foi o primeiro Diretor da Escola Superior da Magistratura do Piauí, presidente da Associação dos Magistrados Piauienses, presidente do Tribunal Regional Eleitoral e presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí.

O velório ocorrerá na Pax União, às 10h.

Que Deus ofereça conforto a seus amigos e familiares nesse momento de profunda dor.

Desembargador Sebastião Ribeiro Martins
Presidente do TJ-PI

Por: Nathalia Amaral, com informações do TJ/PI e da UFPI.

Deixe seu comentário