• Enem
  • Premium Outlet
  • Salve Maria
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

CRO-PI suspende atendimento odontológico por conta de má estrutura

O local onde era feito o atendimento não oferecia condições de higiene e saúde tanto para população quanto para os profissionais.

15/10/2013 17:35h - Atualizado em 15/10/2013 17:44h

Infiltrações, sujeira, equipamentos em más condições e aparência de abandono. Foi com esta realidade que a comissão de fiscalização do Conselho de Regional de Odontologia do Piauí (CRO-PI) se deparou na última visita realizada no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), localizado no Bairro Centro, em Piracuruca-PI, que fica localizada a 196 km da capital, Teresina. 

O local onde era feito o atendimento não oferecia condições de higiene e saúde tanto para população quanto para os profissionais. O posto atende em média 40 pessoas por dia.

O fiscal responsável pela vistoria nos postos de Piracuruca, Dr. Gerson Bezerra, identificou diversos problemas, entre eles: banheiros dentro de Consultórios Odontológicos, material usado para a realização dos procedimentos bucais acomodados em locais inapropriados, esterilização de instrumentais realizada de forma incorreta,  procedimentos de aplicação de flúor em escolares sem a devida supervisão de um dentista. Além de verificar que a Coordenadora de Saúde Bucal do município não é dentista. “Os materiais, que devem ser guardados em locais apropriados e higienizados, estavam expostos em estantes, constatamos também que a Coordenadora de Saúde Bucal do Município não é um profissional da Odontologia e sim uma Enfermeira, o que certamente compromete a qualidade das ações em Saúde Bucal no município, um absurdo”, descreveu o presidente da Comissão de Fiscalização do CRO-PI, Dr. Gerson Bezerra.

Ele esclareceu que o atendimento foi suspenso pelo Conselho por não oferecer condições de higiene aos pacientes e de trabalho aos profissionais de saúde. “O serviço teve que ser suspenso porque o local não oferecia condições de higiene para aqueles que ali estavam trabalhando ou sendo atendidos.”

O atendimento Odontológico do Centro de Especialidades Odontológicas de Piracuruca deverá voltar ao seu funcionamento normal depois que forem feitos todos os reparos e que possa oferecer condições básicas de saúde para a população. A administração do posto foi notificada e, em caso de desrespeito, pode sofrer punições. Os dentistas e auxiliares que prestam atendimento no local também podem ser punidos. 

Fonte: Da Redação

Deixe seu comentário