• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Crianças e jovens devem se vacinar contra Sarampo antes do carnaval

O Dia D de Mobilização será dia 29 de fevereiro. Fundação Municipal de Saúde faz convocação.

06/02/2020 12:33h

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina inicia dia 10 de fevereiro a Campanha de Vacinação Contra o Sarampo 1ª etapa, cujo público alvo são pessoas na faixa etária de cinco a 19 anos. "Queremos chamar a todos do público alvo a se fazerem presentes em nossas salas de vacina e ficarem imunizados antes do período carnavalesco. Para que aproveitem as festas com saúde e mais tranquilos", diz Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS

O Dia D de Mobilização será dia 29 de fevereiro, sábado. Considerando que até janeiro de 2020 a circulação do vírus do sarampo permanece ativa no país e diante da necessidade de proteger a população contra a doença, neste ano, Estados e municípios realizarão a vacinação contra o sarampo. 


Foto: O Dia

“A realização desta ação e a adesão do público-alvo é imprescindível para garantir a devida proteção da população contra o sarampo e possibilitar a interrupção da circulação do vírus no país, sendo este um passo importante para a recertificação da eliminação da doença do Brasil”, ressalta Amariles Borba. Ela ressalta que a Campanha de Vacinação Contra o Sarampo terá uma 2ª etapa em agosto, contemplando o público de 30 a 59 anos. 

Esta primeira etapa de vacinação tem como objetivo resgatar pessoas de cinco a 19 anos de idade não vacinadas ou com esquema de vacinação incompleto para o sarampo e será realizada de forma seletiva, de acordo com as indicações do Calendário Nacional de Vacinação, a partir da avaliação do cartão ou caderneta de vacinação deste público. 

No grupo etário de cinco a 19 anos estima-se que haja em torno de 3 milhões de pessoas não vacinadas contra o sarampo no país. No Piauí a estimativa é de 81.411 pessoas não vacinadas. A população alvo deve comparecer às salas de vacina levando caderneta de vacinação para que seja avaliado o esquema vacinal.

Fonte: Fundação Municipal de Saúde

Deixe seu comentário