Covid: Vacinas para dose de reforço começam a ser distribuídas no Piauí

A terceira dose será, preferenciamente, aplicada com o imunizante Pfizer

22/09/2021 11:14h - Atualizado em 22/09/2021 11:21h

Compartilhar no

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesapi) começa a distribuir nesta quinta-feira (23) as doses de reforço para os municípios. o Ministério da Saúde encaminhou inicialmente 20 mil doses ao Piauí. Em agosto, a pasta anunciou uma recomendação para que idosos acima de 70 anos e pessoas imunossuprimidas tomem a terceira dose da vacina contra a covid-19.

Ainda segundo o ministério, o reforço deve ser feito preferencialmente com o imunizante da PfizerPor conta da logística dos municípios, uma vez que a vacina da Pfizer deve ser armazenada em baixa temperatura, os imunizantes ficaram guardados na Rede de Frio e serão distribuídos para as regionais de saúde amanhã. 

Foto: Divulgação

De acordo com o secretário Florentino Neto, a partir dessa remessa, as secretarias municipais podem começar a aplicar a vacina desses grupos específicos. As pessoas em condição de imunossupressão (transplantadas, com HIV, neoplasias, em hemidiálise, etc) deverão tomar o reforço vacinal 28 dias após a data da sua última vacinação, enquanto que os maiores de 70 anos devem aguardar pelo menos seis meses.

 “A decisão considera o reforço vacinal como necessário para uma resposta mais efetiva contra casos graves da doença e óbito”, esclarece o gestor. Segundo ele, é importante que as pessoas incluídas nesse grupo prioritário da terceira dose não percam a oportunidade de se vacinar.

A nota técnica nº 27/2021, da Secretaria Especial de Enfrentamento à Covid, destaca que a medida está sendo tomada porque os idosos e os indivíduos com alto grau de imunossupressão apresentaram menor proteção pelo esquema padrão da vacinação aos mais diversos tipos de imunizantes.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário