Coronavac: 200 mil doses compradas pelo Governo do Piauí com o Butantan chegam hoje

Esta é a primeira remessa do lote de 500 mil vacinas que o Governo do Estado adquiriu por meio de compra direta com o Instituto.

08/10/2021 11:05h

Compartilhar no

Para acelerar a imunização do povo piauiense, o estado do Piauí vai receber, às 15h30 desta sexta-feira (08), 200 mil vacinas Coronavac, que foram compradas diretamente pelo Governo do Estado com o Instituto Butantan. Esta remessa faz parte de um lote de 500 mil doses. 

O governador Wellington Dias ressalta a importância e o esforço para a chegada dessas vacinas que foram adquiras por meio de compra direta com o Instituto Butantan. “Estamos trabalhando para ampliar a vacinação e para isso era necessário o aumento da remessa de vacinas. Graças à integração dos estados, atuando juntos em prol de um objetivo maior, que é o de salvar vidas, estamos recebendo mais vacinas para população piauiense. Esta entrega é fruto de uma compra independente que fizemos junto ao Instituto Butantan”, esclarece Wellington Dias. 


Foto: O Dia

As vacinas serão destinadas para a imunização da população de 18 a 59 anos. “Esta compra faz parte do empenho que o governador Wellington Dias vem fazendo para garantir a ampliação da vacinação do povo piauiense. Hoje vamos receber a primeira remessa da compra direta com o Butantan, e muito em breve virão às demais doses que foram adquiridas”, disse o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto. 

Com o recebimento desta grande quantidade de imunizantes, o Piauí vai poder destinar as doses da Pfizer, que serão entregues do Programa Nacional de Imunização, para os adolescentes de 12 a 17 anos, que só podem receber esta vacina e também direcioná-las para a dose de reforço dos idosos acima de 60 anos, imunossuprimidos e profissionais da saúde. “A chegada destas doses vai permitir mais celeridade na nossa campanha de vacinação isso é um ganho para todo nosso povo”, destaca o gestor.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Secretaria de Estado da Saúde

Deixe seu comentário