Começa hoje a entrega da declaração do Imposto de Renda 2014

Com as novas regras, devem declarar contribuintes com rendimentos acima de R$ 25 mil ao ano; prazo para entrega encerra dia 30 de abril

06/03/2014 07:11h

Compartilhar no

A partir de hoje (6), os contribuintes piauienses já podem entregar a declaração do Imposto de Renda 2014. O Programa Gerador de Declaração está disponível, desde o último dia 26 de fevereiro, para que o contribuinte antecipasse o preenchimento dos dados. No Piauí, segundo a Receita Federal, a expectativa é que 200 mil declarações sejam entregues este ano. Em todo o Brasil, são esperadas 27 milhões de declarações até o dia 30 de abril, data em que encerra o prazo de entrega.

A declaração do Imposto de Renda 2014 pode ser feita pela internet, com o programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet) ou por meio de dispositivos móveis, como tablets e smartphones (m-IRPF). Este ano, não será mais permitida a entrega do IR via disquete nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal, como aconteceu até 2013. Já a entrega do documento via formulário foi extinta em 2010.

A Receita Federal alerta para a imposição de multa mínima de R$ 165,74 pela não entrega ou atraso no envio da declaração, bem como, para a possibilidade de inclusão da pessoa física que omitir rendimentos e/ ou se utilizar de deduções indevidas em programa de fiscalização.

Segundo Elias Caddah, presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Piauí (CRC-PI), para não perder os prazos e nem ter problemas com o fisco, o contribuinte deve reunir toda a documentação necessária para a declaração e contar com o auxílio de um profissional em Contabilidade. €œAs dúvidas mais frequentes são sobre o que deve ou não ser declarado. Despesas com cursos de idiomas e informática, remédios, transporte e material escolar, por exemplo, não são deduzidos€, explica.

Já entre as despesas que podem ser deduzidas estão os gastos com educação - infantil, ensino fundamental, médio e superior - plano de saúde, despesas médicas e com exames laboratoriais. €œ‰ importante que o contribuinte guarde os recibos de todas essas despesas para, assim, evitar problemas com as informações declaradas. Quem ainda não recebeu os comprovantes de rendimento, necessários para a declaração, devem cobrar das empresas para não perder o prazo€, alerta Elias Caddah.

‰ preciso ficar atento também às alterações com os limites de dedução. O limite anual de dedução por dependente passou a ser de R$ 2.063,64, enquanto que o limite de dedução de despesas com educação passou de R$ 3.091,35 para até R$ 3.230,46 na declaração de IR deste ano. Para despesas médicas, as deduções continuam sem limite máximo.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Andressa Figuerêdo - Jornal O Dia

Deixe seu comentário