Cheiros e cores invadem a Praça Pedro II no Festival de Flores de Holambra

Mais de 100 opções de plantas estão sendo vendidas a preços abaixo do mercado.

07/08/2014 13:03h

Compartilhar no

As cores vibrantes e o perfume floral marcaram a abertura do 5º Festival de Flores de Holambra, nesta quinta-feira (07), na Praça Pedro II, no Centro de Teresina, e contou com apresentação artística com a Escola Balé de Teresina e de violino e violoncelo, com integrantes do grupo Octeto.

Muitos visitantes ficaram encantados com a variedade de espécies oferecidas este ano, que vão desde plantas frutíferas, ornamentais, arranjos, entre outras. O Festival de Flores de Holambra acontece de 07 a 17 de agosto, na Praça Pedro II, das 9h às 21h. Simultaneamente, acontecerá entre os dias 14 e 17, no Teresina Shopping, de 10h às 22h.

As mais de 100 opções de plantas oferecidas na exposição estão sendo vendidas a preços bem abaixo do mercado, devido os produtos serem trazidos diretamente de Holambra, fazendo com que os custos sejam menos elevados. Em 2013, aproximadamente 35 mil pessoas compareceram ao festival, e a expectativa da organização do evento, é de que esse número supere o do ano passado, podendo chegar a 50 mil pessoas.

Há três anos a dona de casa Jecina Dalva, de 56 anos, visita a exposição de flores de Holambra e compra alguma planta, seja rosa ou palmeiras. Neste ano, ela foi motiva a ir ai local à procura de algo diferente. “Eu vi na reportagem uma Rosa do Deserto, e como eu acho muito linda, quero ver se eu compro para mim, mas ainda não encontrei. O meu filho também me ligou, dizendo que a exposição que eu gosto estava aqui na Praça Pedro II”, disse.

Jecina Dalva conto que não tem preferência por espécies, mas admite ter algumas dúvidas quanto aos cuidados que deve ter com as plantas, principalmente com relação à exposição ao sol. “Eu não conheço as que podem pegar muito sol, até porque aqui é muito quente, aí eu não sei diferenciar plantas de sombra e de sol”, explicou.

A dona de casa afirmou que cultiva uma roseira adquirida há três anos, comprada no Festival de Holambra, e garante, “se der para eu comprar a Rosa do Deserto, eu compro, senão, nem que seja uma rosinha, mas eu compro. Só não dá é para passar em branco”, brincou Jecina Dalva.

O coordenador do Festival de Flores de Holambra, Braitner Barbosa, contou que esse festival é um evento beneficente, realizado pelo Centro Espírita Beneficente União do Vegetal em parceria com o Viveiro Daneluz. “Essa é uma forma de proporcionar para a cidade a beleza das flores, que nos encanta. Temos novidades de plantas, principalmente para nossa região, além de termos pessoas especializadas para poder explicar como cultivar e ter essas flores em nossas casas”, relatou.

Braitner Barbosa disse também que, durante todos os dias de exposição, serão oferecidos diversos cursos de capacitação gratuitos, como aproveitamento das partes não convencionais de alimentos, sustentabilidade e meio ambiente, produção de arranjos florais, compostagem, cultivo de roseiras, biscuit, cultivo de orquídeas e mudanças de hábitos com o meio ambiente. As inscrições podem ser feitas na Praça Pedro II e os participantes receberão certificados ao final das oficinas.

O prefeito Firmino Filho esteve presente na abertura do evento e afirmou que o Festival de Flores de Holambra se transformou em uma tradição na cidade de Teresina. Ele pontuou que essa é uma oportunidade para as pessoas inserirem as plantas em seu convívio, preservando o meio ambiente. “Temos que cultivar o verde, não somente pela necessidade do meio ambiente, mas para a alma. O mundo está cada vez mais estressado e é importante termos plantas perto de nós, para que melhorem nossa qualidade de vida”, disse.

Compartilhar no
Por: Isabela Lopes - Jornal O DIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário