Cerca de 18 mil alunos da rede municipal não participam de aulas virtuais

Ao todo, cerca de 20% do total de alunos não estão acompanhando as aulas disponibilizadas de forma virtual.

13/08/2020 17:50h - Atualizado em 13/08/2020 19:00h

Compartilhar no

Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (13) pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), cerca de 20% dos alunos da rede municipal de ensino não participa de atividades remotas, o que corresponde a 18 mil estudantes. O levantamento foi debatido durante reunião gerencial entre a Secretaria Municipal de Educação (Semec) com os diretores das escolas.


Leia também:

Desde o  mês de junho, devido à pandemia do novo coronavírus, as aulas presenciais foram suspensas e os alunos estão aprendendo por meio de atividades não presenciais. Ao todo, mais de 90 mil alunos compõe a rede municipal.

A secretária municipal de Educação, Kátia Dantas, explica que com os dados em mãos, após a reunião gerencial, é possível iniciar uma busca ativa pelos alunos que ainda não estão integrados ao regime não presencial. “Temos em média 20% que não participa das atividades e não interage com os professores, é hora de ir em busca de cada um para identificar as principais barreiras e inserir esse aluno em uma das nossas atuais estratégias de ensino”, finaliza.

De acordo com o monitoramento dos gestores, cerca de 80% das crianças estão acessando as ferramentas disponíveis para a transmissão das atividades, como as aulas na TV, a plataforma “Em casa eu aprendo” ou outros aplicativos virtuais. Também está incluso nessa porcentagem o grupo que recebe as atividades impressas diretamente na escola.

“Consideramos positivo o número de alunos que alcançamos com as ferramentas de aulas remotas, mas também queremos saber, de fato, a qualidade desse acesso”, pontua a coordenadora de Supervisão, Naira Macedo. Segundo ela, a Secretaria estuda a devolutiva das atividades e busca, junto com os diretores, acompanhar o desempenho dos alunos nos últimos meses.


É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

Deixe seu comentário