Caso importado de malária em Joaquim Pires é do estado de Roraima

Além do caso importado, o munício tem mais dois casos autóctones que estão sendo monitorados.

28/09/2021 15:01h - Atualizado em 28/09/2021 15:13h

Compartilhar no

O caso importado de malária identificado no munícipio de Joaquim Pires, que fica a 238 km de Teresina, é da região do estado de Roraima. A Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) confirmou que além do caso importado, o munício tem mais dois casos autóctones que estão sendo monitorados. 

A secretária de Saúde de Joaquim Pires, Joseane Albuquerque, ressaltou que estão sendo realizadas buscas ativas para identificar outros casos. 

”Identificamos que o caso importado de malária é do estado de Roraima. As pessoas contaminadas estão sendo monitoradas pela nossa equipe e se encontram com bom estado de saúde. Seguimos acompanhando, através de buscas ativas, para identificar possíveis novos casos”, comentou a secretaria. 

De acordo com dados epidemiológicos da Sesapi, em 2020, foram notificados 23 casos de malária no Piauí. Neste ano de 2021, já tem a notificação de 152 casos.


Leia mais: Joaquim Pires registra três casos de malária; Sesapi realiza monitoramento 


A malária é uma doença infecciosa febril aguda, causada por protozoários transmitidos pela fêmea infectada do mosquito Anopheles. Os sintomas mais comuns da malária são: febre alta, calafrios, tremores, sudorese e dor de cabeça, que podem ocorrer de forma cíclica. Muitas pessoas, antes de apresentarem estas manifestações mais características, sentem náuseas, vômitos, cansaço e falta de apetite.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário