• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Canal do Mocambinho terá cobertura e sistema de drenagem

O projeto já está em licitação e está orçado em aproximadamente R$ 3 milhões.

17/07/2019 10:43h - Atualizado em 17/07/2019 12:52h

Uma das principais reivindicações dos moradores do bairro Mocambinho, na zona Norte de Teresina, está prestes a sair do papel. É o que garante a Prefeitura Municipal de Teresina. Segundo a gestão municipal, o canal do Mocambinho, galeria aberta para coleta de água pluvial, ganhará urbanização e melhorias em seu sistema de drenagem. O projeto deve ser desenvolvido pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU Centro/Norte).

Segundo a PMT, o canal, localizado na Avenida Prefeito Freitas Neto, será totalmente reconstruído, com a inclusão de cobertura em laje e definição de espaços para o escoamento da água no controle de enchentes. Além disso, o local terá, ainda, um espaço de convivência com cobertura em estrutura metálica e pergolado em madeira, inclusão de jardineiras, bancos, lixeiras, postes de iluminação, sinalização urbana e área de retorno para veículos.

Projeto de revitalização do Canal do Mocambinho. (Divulgação/PMT)

O superintendente executivo da SDU Centro/Norte, Márcio Sampaio, explica que, para a reconstrução do canal, o local deverá ser demolido. “Foi desenvolvido um projeto pela Semduh (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação) e vai se constituir de um canal fechado. Vai ter uma reconstituição do canal que existe hoje, ele será demolido porque há, inclusive, pontos já danificados por conta do tempo. O esgoto é, em alguns pontos, jogado no local, sendo que o canal é para desague de água pluvial”, explica.

Superintendente executivo da SDU Centro/Norte, Márcio Sampaio. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

O projeto já está em licitação e está orçado em aproximadamente R$ 3 milhões, oriundos de convênio com a Caixa Econômica. Após a conclusão da fase licitatória, com duração de até 90 dias, a obra deve ser iniciada. “Essa é uma solicitação bastante antiga tanto de quem mora no bairro Mocambinho quanto no bairro Santa Sofia, para o fechamento daquele canal ou a construção de um bueiro fechado, como foi feito no acesso a ponte que dá acesso à Pedra Mole”, acrescenta o superintendente da SDU Centro/Norte.

Canal do Mocambinho terá cobertura e melhorias no sistema de drenagem. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

Segundo o comerciante Vagner Carvalho, morador da Avenida Freitas Neto há 30 anos, é comum presenciar veículos caindo na galeria. O comerciante afirma que, por receber também abastecimento de esgoto da região, a galeria exala um odor que incomoda os moradores. “É um perigo constante, de hora em hora cai um carro dentro ou uma pessoa com bicicleta, por isso é muito importante a construção desse passeio para a gente. Além disso, ainda tem um fedor. A água que desce, quando não tá chovendo, fede, e é um risco de doença”, declara.

Já o enfermeiro Samuel Lázaro, morador das proximidades do canteiro da Avenida Freitas Neto, chama atenção para a questão de saúde pública. Segundo ele, a população já fez várias mobilizações para solicitar o fechamento da galeria, mas até o momento nada foi feito. “Há mais de 20 anos a gente mora aqui, já fizemos abaixo-assinado, já fomos ao setor público, mas nada é feito. Vários acidentes acontecem, já morreu gente, já caiu ônibus. Aqui nós temos uns ratos enormes que saem da galeria, entram nas casas, podendo trazer leptospirose”, afirma.

O enfermeiro Samuel Lázaro, morador das proximidades do canteiro da Avenida Freitas Neto, chama atenção para a questão de saúde pública. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

De acordo com o morador, os próprios populares contribuem para a situação da galeria, já que muitos depositam lixo dentro do canal. “A gente sabe que a galeria ajuda muito a gente na questão da chuva. Temos noção de que tem que ser um projeto muito bem trabalhado. Quando chove às vezes chega até a transbordar. Também falta consciência em muitos moradores que depositam lixo na galeria. Isso era para ser fechado, era para ser um corredor de caminhada, para melhorar a visão do nosso bairro”, ressalta.

Canal do Mocambinho terá cobertura e melhorias no sistema de drenagem. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

Um dos arquitetos responsáveis pelo projeto, Rômulo Marques, explica que além de melhorar a segurança dos carros que transitam pelo local, essa é uma obra que também tem como prioridade os pedestres. “Essa revitalização prezará, sobretudo, pela segurança e acessibilidade, com a presença de rampas e passeios para a melhor locomoção dos pedestres na avenida”, pontua.

O projeto tem como objetivo trazer segurança para quem circula pelo local e  proporcionar mais uma opção de espaço de convivência na região.

Por: Nathalia Amaral, com informações de Eliézer Rodrigues.

Deixe seu comentário