Bombeiros registram três afogamentos no Rio Parnaíba durante o feriado

Vítimas são um senhor de 47 anos e duas crianças, sendo uma de 11 e outra de 14 anos. Corpos ainda estão sendo procurados.

16/06/2017 09:57h - Atualizado em 16/06/2017 10:01h

Compartilhar no

O Corpo de Bombeiros reiniciou na manhã de hoje (16) as buscas pelos corpos de duas crianças que morreram afogadas nas águas do Rio Parnaíba no final da tarde desta quinta-feira (15). Além delas, um senhor de 47 anos também foi vítima de afogamento no rio durante este feriado de Corpus Christi. Os casos aconteceram com apenas 15 minutos de diferença, quase exatamente no mesmo local do rio.

De acordo com o tenente Miguel, do Corpo de Bombeiros, o primeiro afogamento foi o do senhor, identificado como Everaldo Alves dos Santos. Ele estava tomando banho com a família no Rio Parnaíba, próximo à Ponte Metálica, quando seus dois filhos caíram em buraco, junto com sua mulher. Populares que também banhavam no local, ajudaram no socorro e conseguiram resgatar as crianças e a esposa, mas o senhor Everaldo acabou sendo levado pela correnteza e sumindo da superfície algum tempo depois.


Foto: Arquivo O Dia

Cerca de 15 minutos após o ocorrido, duas crianças que também banhavam próximo à Ponte Metálica, começaram a descer pelo meio do rio e uns 50 metros depois, caíram no mesmo buraco onde ocorreu o afogamento do senhor Everaldo Alves. A informação é do Corpo de Bombeiros. “Estávamos na busca por este senhor, quando de repente esses meninos vieram na água, descendo, e depois caíram em um buraco. Infelizmente não foi possível o salvamento e eles acabaram morrendo afogado”, relata o tenente Miguel.

Os dois afogamentos aconteceram mais para o lado das margens de Timon, mas mesmo em outros pontos do Rio Parnaíba, os banhistas devem ter cautela. O Corpo de Bombeiros recomenda que as pessoas evitem tomar banho no rio, porque ele apresenta profundidade irregular, com a formação constante de buracos que não são visíveis, o que aumenta o risco da formação de redemoinhos e acaba puxando os banhistas para baixo.

“A correnteza em certos pontos é muito forte e as pessoas não conseguem lutar contra sua força. Se a pessoa não souber nadar muito bem, pode acontecer uma fatalidade, então nós recomendamos que evitem banhar no Rio Parnaíba, mesmo nessas áreas próximas às coroas, porque a segurança  é sempre vulnerável”, finaliza o tenente Miguel.

O corpo do senhor Everaldo Alves foi retirado do rio ainda durante a noite pelos populares, mas as buscas pelos corpos das duas crianças seguem durante todo o dia de hoje. 

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário