Atraso escolar no Piauí reduz 13% em três anos, diz UNICEF

Redução foi maior que a média nacional, que ficou em 10,7%. Índice foi maior ainda nos municípios certificados pelo Selo UNICEF.

15/12/2020 12:14h

Compartilhar no

O Piauí conseguiu reduzir seu percentual de estudantes com dois anos ou mais de atraso escolar nos anos finais do Ensino Fundamental. É isto o que aponta um levantamento divulgado nesta terça-feira (15) pelo UNICEF. O resultado veio a partir da implementação de uma série de políticas de reinserção escolar encabeçadas pela própria entidade junto aos municípios piauienses.

De acordo com os números, o atraso escolar de estudantes de finais do Ensino Fundamental no Piauí reduziu 13% entre os anos de 2016 e 2019. Esse percentual é maior inclusive que a média nacional, que foi de 10,7%. Essa redução foi maior ainda, chegando aos 16%, nos municípios piauienses certificados pelo Selo UNICEF


Foto: O Dia

O Selo UNICEF busca estimular a implementação de políticas públicas mais eficientes direcionadas para crianças e adolescentes e entre as estratégias de atuação está a Busca Ativa Escolar. A medida consiste em identificar e localizar os meninos e meninas em idade escolar que estejam sem frequentar a sala de aula, ir até ele e adotar os procedimentos necessários para que ele seja matriculado novamente e reinserido no ambiente de aprendizagem.

Pelo menos 160 municípios aderiram ao Busca Ativa Escolar e em 67 cidades foram implementadas ações de enfrentamento direto ao atraso escolar. Em 74, houve capacitação com professores para a inclusão de crianças e adolescentes com deficiência.


Foto: O Dia

As ações desenvolvidas pelo UNICEF junto aos municípios piauienses permitiu também se obter melhorias na área da saúde e da proteção a crianças e adolescentes. O percentual de gestantes com acesso a pré-natal adequado, por exemplo, se manteve no patamar dos 6%, sem nenhuma redução ao longo de três anos. Já o percentual de crianças até um ano de idade com registro civil aumentou de 0,25% para 0,7% de 2016 para 2019.

Além disso, 445 profissionais da saúde, educação e assistência social participaram de formação sobre competências familiares, 69 municípios realizaram formação para conselheiros tutelares e 2.810 adolescentes participaram do núcleo de cidadania. Ao todo, 182 cidades do Piauí participaram das ações desenvolvidas pelo UNICEF e 59 receberam o certificado. 

Confira abaixo a lista dos municípios piauienses certificados pelo UNICEF:

  • Acauã / PI
  • Altos / PI
  • Arraial / PI
  • Assunção do Piauí / PI
  • Belém do Piauí / PI
  • Bonfim do Piauí / PI
  • Buriti dos Montes / PI
  • Caldeirão Grande do Piauí / PI
  • Campo Grande do Piauí / PI
  • Capitão Gervásio Oliveira / PI
  • Castelo do Piauí / PI
  • Cocal / PI
  • Cocal dos Alves / PI
  • Coivaras / PI
  • Conceição do Canindé / PI
  • Dom Expedito Lopes / PI
  • Dom Inocêncio / PI
  • Domingos Mourão / PI
  • Francinópolis / PI
  • Francisco Santos / PI
  • Fronteiras / PI
  • Ipiranga do Piauí / PI
  • Isaías Coelho / PI
  • Itainópolis / PI
  • Jaicós / PI
  • Juazeiro do Piauí / PI
  • Lagoa do Piauí / PI
  • Lagoinha do Piauí / PI
  • Luís Correia / PI
  • Massapê do Piauí / PI
  • Miguel Alves / PI
  • Miguel Leão / PI
  • Monsenhor Hipólito / PI
  • Novo Santo Antônio / PI
  • Oeiras / PI
  • Olho D'Água do Piauí / PI
  • Padre Marcos / PI
  • Paquetá / PI
  • Patos do Piauí / PI
  • Paulistana / PI
  • Pimenteiras / PI
  • Pio IX / PI
  • Piripiri / PI
  • Queimada Nova / PI
  • Santa Cruz do Piauí / PI
  • Santa Cruz dos Milagres / PI
  • Sebastião Leal / PI
  • Simplício Mendes / PI
  • Simões / PI
  • Sussuapara / PI
  • São Félix do Piauí / PI
  • São João da Serra / PI
  • São João do Arraial / PI
  • São João do Piauí / PI
  • São Julião / PI
  • São Miguel do Tapuio / PI
  • Teresina / PI
  • Vera Mendes / PI
  • Vila Nova do Piauí / PI

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário