Atenção com os dentes deve ser redobrada na Páscoa

A depender da quantidade, frequência e hábitos de higiene, a guloseima pode trazer prejuízos à saúde bucal

29/03/2021 11:16h - Atualizado em 29/03/2021 11:32h

Compartilhar no

O período que antecede a Páscoa é bastante lembrado pelos ovos, doces, bolos e tudo que possa levar chocolate. O consumo desses alimentos é, em relativas proporções, benéfico, como revela um estudo do British Medical Journal (BMJ), que aponta o consumo de chocolate amargo (com pelo menos 60% de cacau) como redutor do risco de eventos cardiovasculares. Mas, quando se trata da saúde bucal, o que os dentistas afirmam sobre o consumo dessas delícias?   

Em relação ao teor de açúcar, alguns alimentos contêm grande quantidade em sua composição e são eles os principais inimigos dos dentes. Para o dentista e professor de Odontologia do Centro Universitário Maurício de Nassau Teresina, Sérgio Pires, os doces em geral têm esta característica em comum. Por isso, a atenção deve ser redobrada.   

Foto: Divulgação

"Acontece que, tendo grande quantidade de açúcar e má higiene, as bactérias presentes naturalmente na flora da cavidade oral transformam o açúcar em ácido, que ocasiona a destruição do esmalte dentário por corrosão, propiciando o aparecimento da tão temida cárie. Por isso, a atenção com os dentes deve ser redobrada na Páscoa", explica o dentista.   

O professor complementa afirmando que o consumo moderado não traz prejuízos, desde que haja uma boa escolha do produto e higiene adequada. "A palavra-chave é equilíbrio! É essencial fazer escolhas saudáveis na hora de se deliciar com o chocolate e realizar boa higiene bucal. Então, temos opções mais indicadas? Com certeza evitar produtos açucarados é uma ótima aposta, pois já temos no mercado muitos doces com reduzido teor ou 0% açúcar", explica o dentista da Uninassau.

Além do açúcar, alimentos que apresentam corantes ou pigmentos, como refrigerante, vinhos, ketchup e outros, devem ser evitados, pois provocam o escurecimento dos dentes.  Como medida preventiva, boa escovação e uso de fio dental diariamente diminuem as chances de o escurecimento aparecer. Para complementar, fazer soluções de bochechos e visitar regularmente o dentista, a cada 06 meses, reduzem as chances de cáries e outras doenças bucais.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário