Assinatura do contrato da PPP do Aeroporto de Teresina acontece nesta quarta (20)

previsão é que seja investido um total de R$ 302 milhões ao longo de 30 anos da validade da PPP

19/10/2021 14:51h

Compartilhar no

A assinatura do contrato da Parceria Público Privado (PPP) do Aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina, acontece nesta quarta-feira (20) no Ministério da Infraestrutura, confirmou a superintendente de Parcerias e Concessões do Piauí, Viviane Moura, ao sistema O Dia. 

“A assinatura do contrato será realizado amanhã. Fui convidada pelo ministro da Infraestrutura. Esse passo é fundamental para ajudar, inclusive, no aeroporto de Parnaíba, porque conseguimos fazer rotas entre esses equipamentos geridos pela iniciativa privada”, disse Viviane.

Foto: Assis Fernandes / O Dia 

aeroporto de Teresina foi arrematado pela Companhia de Participações em Concessões, subsidiária da empresa CCR , durante o leilão realizado em abril deste ano na Bolsa de Valores B3. A previsão é que seja investido um total de R$ 302 milhões ao longo de 30 anos da validade da PPP. Desse valor, R$ 64 milhões serão utilizados para desapropriações em uma área de 30.832 m². 

O aeroporto da capital piauiense esteve no Bloco Central do leilão que contou ainda com os aeroportos de Goiânia (GO), São Luís (MA), Imperatriz (MA), Palmas (TO) e Petrolina (PE).  A empresa deverá investir R$ 1,8 bilhão. 

Viviane Moura explicou que até março de 2022 deverão ser contratadas as empresas concessionárias do Zoobotânico, Aeroporto de Parnaíba, Aeroporto de São Raimundo Nonato, Hotel da Serra da Capivara, e projetos menores como o Parque de Exposição, Vila Gastronômica de Teresina. A previsão é de R$ 8 bilhões em investimentos.

A superintendente defendeu que essas parcerias são próprias da gestão privada. “Não é por falta de competência do governo que estamos trabalhando com PPP. Na verdade, existem seguimentos como aeroporto, ferrovias, rodoviárias, CEASA, que são seguimentos que têm uma característica muito própria de negócios misturados com serviços. A iniciativa privada se especializou muito mais nisso. O estado não faz concurso público para gestão de aeroporto’, concluiu. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário