Ao lado de Dória, Wellington Dias anuncia compra de 500 mil doses de Coronavac

Nos próximos dias o Piauí receberá, de acordo com Wellington, o primeiro carregamento com 200 mil doses do imunizante

22/09/2021 13:41h - Atualizado em 22/09/2021 13:57h

Compartilhar no

O governador Wellington Dias anunciou no início da tarde desta quarta (22), ao lado do governador de São Paulo, João Dória, a aquisição de 500 mil doses de Coronavac junto ao instituto do Butantan. Nos próximos dias o Piauí receberá, de acordo com Wellington, o primeiro carregamento com 200 mil doses do imunizante.


Leia também: Covid: Vacinas para dose de reforço começam a ser distribuídas no Piauí 


As doses da Coronavac serão utilizadas para a dose de reforço em idosos, já as vacinas da Pfizer serão utilizadas em crianças e adolescentes de 13 a 17 anos. A compra foi feita conjuntamente com outros quatro estados, Ceará, Espírito Santo, Pará e Mato Grosso. O anúncio será feito por Wellington Dias ao lado do governador de São Paulo, João Dória (PSDB). 

“No nosso estado temos tido uma adesão formidável quanto à vacinação, o problema mesmo é a quantidade de vacinas. Temos 3,3 milhões de habitantes e já alcançamos 2,1 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose, 1,1 com a primeira dose ou dose única. Vamos receber nesse primeiro lote 200 mil doses, o objetivo é acelerar a primeira dose para quem ainda não tomou a vacina e acelerar entre a primeira e a segunda dose. Sigo a Organização Mundial de Saúde, todas as vacinas usadas no mundo estão salvando vidas. Estamos com uma média de apenas um óbito por dia e isso não tem outra explicação, vacina no braço do povo. Por essa razão queremos que o poder central acelere a vacinação”, disse.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O chefe do Executivo piauiense comentou ainda que há uma defasagem do Plano Nacional de Imunização no estado e que continuará atuando para execução mais eficiente do plano no estado. Para Wellington Dias, a vacinação tirará o país da crise sanitária e, por conseguinte, econômica. 

“O plano nacional de imunização tem uma defasagem com o nosso estado e outros estados também. Pessoas que ainda não tomaram a vacina e precisam também da terceira dose, fizemos várias tentativas de suprir essa falha, foi assim com a Pfizer, com a Sputnik, com a Coronavac. Muito insistimos e hoje estamos dando um passo para salvar vidas, água mole e pedra dura, queremos receber 200 mil doses e vamos continuar cobrando a execução do plano nacional de imunização. A vacina nos tira de todas as crises, a econômica, a sanitária e da pandemia. Estamos aqui hoje para que possamos avançar e de modo acelerado continuar salvando vidas no Piauí e no Brasil”, declarou Wellington Dias

Foto: Divulgação

João Dória

O governador João Dória enalteceu o estado de São Paulo na produção do imunizante. “A razão que traz os governadores do país a São Paulo é a mais nobre, adquirir a vacina e salvar vidas. Serão 2,5 milhões de doses de todas as regiões, uma em cada quatro vacinas aplicadas no mundo é do laboratório sinovac e essas vacinas estão salvando milhares de vida em todo mundo”, afirmou. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário