• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

“O que conquista as pessoas são os pequenos gestos”, diz psicóloga

Na data comercial em que se comemora o amor, Ianny Luizy lembra que a validação do sentimento deve ser feita todos os dias.

12/06/2019 07:40h

Hoje, 12 de junho, é comemorado o Dia dos Namorados, uma data na qual os casais apaixonados se declaram, trocam juras de amor e presentes. Mas, será se essas expressões de carinho deveriam acontecer somente nessas datas comemorativas? As demonstrações de afeto e trocas de lembranças só podem ser manifestadas e evidenciadas publicamente? Segundo a psicóloga Ianny Luizy, é muito comum que algumas pessoas necessitem de datas comerciais para demonstrar o que sentem, mas, não para reafirmar ao companheiro seus sentimentos, mas para mostrar ao próximo como seu relacionamento é estável e feliz. 

Ianny Luizy lembra que a validação do amor e carinho deve ser feita todos os dias. (Foto: Arquivo O Dia)

“Muitas vezes as pessoas esquecem que o amor é conquistado em pequenos gestos. Alguns casais só demonstram em redes sociais ou em datas comemorativas o que deveria para ser demonstrado todos os dias. Alguns casais, por ser verem todos os dias, acreditam que não precisam ficar demonstrando seu amor ou carinho, então acaba fazendo isso só nas datas comemorativas, como dia dos namorados ou aniversários, o que não é para ser”, explica a psicóloga. 

Ianny Luizy lembra que a validação do amor e carinho deve ser feita todos os dias, demonstrando seu sentimento pelo companheiro, respeito, carinho e como aquela pessoa é especial para você. Para manter uma boa relação diária com o parceiro, é importante ficar atento aos atos simples. 

“As pessoas esquecem que o amor é conquistado em pequenos gestos. O amor é feito dos detalhes, assim como a amizade. As pessoas sempre pensam em algo grande, mas o que conquista são as coisas pequenas, como um bom dia; deixar um bilhete; a preocupação; saber que pode contar com a pessoa; uma flor;  a pessoa lembrar de detalhes que foram falados despretensiosamente. Isso valida mais do que presentes grandiosos”, pontua.

A psicóloga destaca que essas datas comemorativas devem ser mais um momento de comemoração e não o único. Ou seja, não deve-se esperar que as demonstrações de carinho aconteçam somente nesses dias, eles devem ser trabalhados diariamente. “Algumas pessoas só se dão flores no dia dos namorados, então chega uma hora que não tem mais graça porque a pessoa já sabe que vai receber. O que salva o amor são os detalhes e não coisas grandiosas”, finaliza.

Por: Isabela Lopes

Deixe seu comentário